Homeopatia: o que é, para que serve e como funciona

Novembro 2021

A homeopatia é um método terapêutico que utiliza as mesmas substâncias que provocam os sintomas, para tratar ou aliviar vários tipos de doenças, como ansiedade, asma ou depressão, por exemplo, seguindo o princípio geral de que "semelhante cura semelhante". Essas substâncias são utilizadas ultra diluídas em água ou álcool e agitadas ou dinamizadas, produzindo o remédio homeopático que poderá ser capaz de aliviar os sintomas em vez de os piorar.

Este tipo de terapêutica é considerada uma forma de tratamento alternativo ou complementar, pois não existem estudos científicos suficientes sobre sua eficácia. No entanto, a homeopatia é reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina e oferecida pelo SUS, como parte do Programa Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC).

O tratamento homeopático deve ser sempre indicado por um médico homeopata, que é o profissional mais capaz de adaptar o tratamento às condições físicas e emocionais de forma individualizada, e nunca deve substituir o tratamento médico convencional com remédios alopáticos.

Homeopatia: o que é, para que serve e como funciona

Para que serve

A homeopatia pode ser utilizada para ajudar a tratar vários tipos de doenças, sendo que as mais comuns incluem:

Problema a tratar

Alguns remédios homeopáticos disponíveis

Asma ou bronquite

Tossemed ou Almeida Prado nº10

Sinusite

Sinumed ou Almeida Prado nº 3

Gripe

Gripemed; Almeida Prado nº5 ou Oscillococcinum

Tosse

Tossemed ou Stodal

Inflamações

Homeoflan

Dengue

Proden

Depressão ou ansiedade

Homeopax; Nervomed ou Almeida Prado nº 35

Excesso de peso

Besomed

Estes remédios homeopáticos devem ser sempre utilizados para completar o tratamento médico convencional e, por isso, não devem substituir os remédios prescritos pelo médico, também conhecidos como remédios alopáticos.

Além disso, embora a maioria dos remédios homeopáticos sejam seguros, alguns contêm substâncias que podem impedir a absorção de outros remédios, sendo necessário informar sempre o médico quando se está utilizando algum tipo de remédio homeopático.

Como funciona

A homeopatia foi criada pelo médico alemão formado em medicina convencional, Samuel Hahnemann, com o objetivo de reestabelecer a saúde física, emocional e mental, de forma individual, sem a necessidade de utilizar medicamentos químicos que possam provocar efeitos colaterais, pois tem como princípio fundamental que a saúde depende do equilíbrio da energia vital, e sua desarmonia pode levar ao adoecimento. Desta forma, a homeopatia tem como foco a pessoa como um todo e não a doença.

Assim, a homeopatia parte do princípio que “semelhante cura semelhante”, de forma são usadas pequenas quantidades de substâncias de origem animal, vegetal ou mineral, que são capazes de provocar os mesmos sintomas de determinada doença, estimulando as defesas naturais, a autocura e restabelecendo o equilíbrio do corpo.

Além disso, as substâncias utilizadas na homeopatia são ultra diluídas e dinamizadas ou agitadas, pois essa terapêutica também tem como princípio a “lei dos infinitesimais”, em que quanto mais diluída a substância mais potente é o seu efeito.

A Organização Mundial da Saúde libera a utilização da homeopatia para quase todas as doenças, mas desaprova seu uso para doenças graves, como diarreia infantil, malária, tuberculose, câncer e Aids, por exemplo, devendo-se nestes casos utilizar preferencialmente o tratamento clínico indicado pelo médico.

Como é a consulta com o homeopata

A consulta com um homeopata é muito semelhante à de um médico de medicina convencional, pois é feita uma avaliação dos sintomas, histórico familiar, assim como exames que ajudem a identificar um diagnóstico.

No entanto, no caso do homeopata, o médico também vai avaliar de que forma os sintomas estão afetando o dia-a-dia, quais as queixas, sensações e reações emocionais, fatos marcantes da vida e como afetaram a pessoa.

Dessa forma, a consulta do homeopata é mais demorada, durando pelo menos 30 minutos, já que este profissional pode fazer vários tipos de questões para saber mais sobre a vida pessoal de cada um.

Após esta avaliação, e após chegar num diagnóstico, o homeopata é capaz de indicar qual deve ser o remédio homeopático a utilizar de forma individualizada, assim como a força da sua diluição, criando um plano terapêutico com doses, horários e duração do tratamento.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • POLÍCICA NACIONAL DE PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES (PNPIC) - SUS. Homeopatia. 2015. Disponível em: <https://bvsms.saude.gov.br/bvs/folder/pnpic_homeopatia.pdf>. Acesso em 09 Nov 2021
  • FUTURO, DÉBORA OMENA. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS. Fundamentos da Homeopatia. Disponível em: <https://ares.unasus.gov.br/acervo/html/ARES/647/1/Fundamentos_da_filosofia_homeopatica.PDF>. Acesso em 09 Nov 2021
  • NATIONAL CENTER FOR COMPLEMENTARY AND INTEGRATIVE HEALTH. Homeopathy. Disponível em: <https://www.nccih.nih.gov/health/homeopathy>. Acesso em 20 Mai 2020
  • WORLD HEALTH ORGANIZATION. Safety issues in the preparation of homeopathic medicines. 2009. Disponível em: <https://www.who.int/medicines/areas/traditional/Homeopathy.pdf>. Acesso em 20 Mai 2020
Mais sobre este assunto: