O que comer depois de retirar a vesícula

Após a cirurgia de retirada da vesícula, é muito importante fazer uma alimentação pobre em gorduras, evitando alimentos como carne vermelha, bacon, linguiça e frituras em geral, para evitar sintomas como enjoos, dor e diarreia.

A vesícula biliar é um órgão que está localizado no lado direito do fígado e que tem como função armazenar a bile, um líquido que ajuda a digerir as gorduras da alimentação. Assim, logo após a cirurgia, a digestão de gorduras fica mais difícil, sendo necessário priorizar alimentos com baixo teor de gorduras, como frutas e vegetais frescos e cereais integrais.

Com o passar do tempo, após a cirurgia, o corpo se habitua com a retirada da vesícula e, por isso, é possível voltar a se alimentar normalmente, mas sem exagerar na ingestão de gordura.

O que comer depois de retirar a vesícula

Alimentos recomendados

Os alimentos que ajudam a evitar enjoos, dores abdominais e diarreia e, por isso, são recomendados após a cirurgia de retirada de vesícula, são:

  • Proteínas magras, como peixes, frango sem pele, ovos, tofu e peru;
  • Frutas frescas, como morango, mamão, laranja, melancia, pera e maçã;
  • Vegetais frescos, como chuchu, vagem, tomate, repolho, rúcula e cenoura;
  • Cereais integrais, como aveia, arroz integral, pão integral e macarrão integral;
  • Laticínios com baixo teor de gordura, como leite desnatado, iogurte desnatado e queijos brancos, como ricota, cottage e queijo minas;
  • Leguminosas, como lentilha, grão de bico, tremoço e feijão.

É importante também diminuir o volume de alimentos que se come, distribuindo em 5 a 6 refeições ao longo do dia. Além disso, é recomendado aumentar aos poucos a ingestão dos alimentos ricos em fibras, como as frutas, os vegetais e os cereais integrais, para evitar o excesso de gases e cólicas.

Em caso de diarreia persistente, é importante priorizar alimentos com menos fibras, como arroz branco, frango e vegetais cozidos, e com poucos temperos. Veja outras dicas sobre o que comer durante a diarreia.

Cardápio da dieta após a retirada da vesícula

A tabela a seguir é um exemplo de cardápio de dieta após a cirurgia de retirada da vesícula:

 

Dia 1

Dia 2

Dia 3

Café da manhã

120g de iogurte desnatado s/ açúcar + 1 col. sobremesa de aveia em flocos + 1 xícara de chá de erva cidreira

200 ml de leite desnatado s/ açúcar + 1 pão integral com 1 ovo mexido sem gordura

1 xícara de chá de camomila s/ açúcar + 3 torradas integrais com 3 fatias de queijo ricota

Lanche da manhã

1 maçã cozida

1 pera cozida

1 banana

Almoço/Jantar

Canja de galinha com arroz integral, cenoura, vagem e chuchu + ½ mamão papaia pequeno

120 g de frango sem pele grelhado + 3 col de sopa de arroz integral + 3 col sopa de abóbora e ervilha ensopadas + 1 fatia de abacaxi

120 g de peixe grelhado sem pele + 2 batatas médias, couve e beterraba cozidas + 1 taça pequena de salada de frutas sem açúcar adicionado

Lanche da tarde

200 ml de leite de arroz s/ açúcar + 3 tortilhas de milho

1 tangerina + 200 ml de leite de soja s/ açúcar

5 morangos + 200 ml de leite de aveia s/ açúcar

Este cardápio é apenas um modelo que pode variar de acordo com o estado de saúde geral, a idade e as preferências de cada um. Por isso, é aconselhado passar por uma consulta com um nutricionista para que seja feito um plano alimentar individualizado.

Nos primeiros dias após a cirurgia é importante priorizar os alimento de fácil digestão, como vegetais cozidos, frutas sem casca, sopa de legumes, e purê de batata ou de cenoura, evitando, assim, o excesso de gases e cólicas.

À medida em que a digestão melhora, deve-se aumentar progressivamente a ingestão de alimentos ricos em fibras, como frutas com casca, vegetais crus e cereais integrais, e os alimentos com gorduras saudáveis, como sementes de chia, linhaça, castanhas, amendoim, azeite de oliva, por exemplo.

Quais alimentos devem ser evitados

Após a cirurgia de retirada da vesícula é importante evitar alimentos com alto teor de gordura, como carnes vermelhas, bacon, fígado, moela, coração, salsicha, linguiça, presunto, leite e derivados com alto teor de gorduras, chocolate, abacate, coco, amendoim, sorvete, bolos, bolachas, pizza e frituras em geral.

Além disso, é recomendado evitar também temperos picantes, como pimenta, curry, páprica, canela e gengibre, pois podem irritar o estômago e causar vômitos, dor no estômago ou diarreia.

É importante lembrar que bebidas alcoólicas e alimentos ricos em cafeína, como café, chá preto e chá verde devem ser evitados, pois podem irritar o estômago e causar diarreia.

Como fica a digestão após retirar a vesícula

Após a cirurgia de retirada da vesícula, o organismo precisa de um período de 3 a 6 semanas de adaptação para reaprender a digerir bem os alimentos ricos em gordura e fibras. Por isso, anotar os alimentos que causam gases, cólicas ou diarreia, ajuda a identificar quais são os que ainda precisam de mais tempo para retornar à dieta.

É importante ressaltar que após a cirurgia a pessoa pode perder peso, devido às alterações na alimentação, que passa a ser mais balanceada, com baixa quantidade de gorduras e rica em frutas, vegetais e alimentos integrais.

Veja as dicas da nutricionista Tatiana Zanin sobre o que comer depois da cirurgia para retirar a vesícula biliar:

Esta informação foi útil?
Atualizado por Karla S. Leal, Nutricionista - em Outubro de 2021. Revisão clínica por Tatiana Zanin, Nutricionista - em Outubro de 2021.

Bibliografia

  • NHS - UK. Do I need to change my diet after gallbladder surgery?. Disponível em: <https://www.nhs.uk/common-health-questions/operations-tests-and-procedures/do-i-need-to-change-my-diet-after-gallbladder-surgery/>. Acesso em 25 Out 2021
  • MAYO CLINIC. Can you recommend a dieta after gallbladder removal?. Disponível em: <https://www.mayoclinic.org/tests-procedures/cholecystectomy/expert-answers/gallbladder-removal-diet/faq-20057813>. Acesso em 25 Out 2021
  • LISZT, Kathrin Ingrid et al. Caffeine induces gastric acid secretion via bitter taste signaling in gastric parietal cells. Proceeding of the National Academy of Sciences of the United States of America. Vol.114. 30.ed; E6260–E6269, 2017
  • THE GLOBAL RESOURCE FOR NUTRITION PRACTICE - BRITISH COLUMBIA. Eating Guidelines for Gallbladder Disease. 2016. Disponível em: <https://www.healthlinkbc.ca/hlbc/files/healthyeating/pdf/eating-guidelines-for-gallbladder-disease.pdf>. Acesso em 25 Out 2021
Mais sobre este assunto: