Rinite crônica: o que é, sintomas, causas e tratamento

A rinite crônica é a forma grave da rinite alérgica, em que há inflamação das fossas nasais que se manifesta frequentemente através de crises alérgicas intensas por mais de 3 meses consecutivos, resultando em nariz escorrendo com frequência, espirros constantes e nariz entupido.

Essa situação acontece devido à exposição contínua a algum alérgeno, como poeira, ácaro ou cheiros fortes, por exemplo, ou devido a uma alteração anatômica da região nasal que gera uma rinite vasomotora.

É importante que o alergologista seja consultado para que seja indicado o tratamento mais adequado, que normalmente envolve o uso de medicamentos anti-histamínicos para aliviar os sintomas. Nos casos em que a rinite crônica está associada com alterações no nariz, o médico pode indicar a realização de cirurgia para correção do nariz.

Rinite crônica: o que é, sintomas, causas e tratamento

Sintomas de rinite crônica

Os sintomas da rinite crônica estão presentes durante semanas, o que pode ter impacto na qualidade de vida das pessoas, sendo os principais:

  • Tosse seca, principalmente durante a noite;
  • Espirros frequentes;
  • Coriza;
  • Nariz entupido;
  • Olhos avermelhados, lacrimejantes e inchados;
  • Coceira no nariz e nos olhos;
  • Coceira na garganta e no céu da boca;
  • Diminuição da audição e do olfato;
  • Irritabilidade no nariz;
  • Perda do paladar;
  • Voz anasalada;
  • Dor de cabeça.

A irritação na mucosa nasal que acontece por conta da rinite crônica pode se tornar mais grave e resultar em obstrução nasal permanente. Assim, na presença de sinais e sintomas de rinite alérgica, é importante que o médico seja consultado para que seja feito o diagnóstico e iniciado o tratamento, sendo possível prevenir a obstrução nasal.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico da rinite crônica é feito através da observação dos sintomas e da avaliação das fossas nasais por meio de uma tomografia ou rinoscopia, em que poderá ser verificado os sinais de irritabilidade, como vermelhidão, inchaço ou ressecamento da mucosa.

Principais causas

A rinite crônica pode ser desencadeada por diversos fatores que levam à irritação da mucosa nasal, podendo acontecer principalmente devido à fumaça, poluição, pêlo de animais, poeira, pólen e cheiros fortes, como produtos de limpeza e perfumes, por exemplo.

Além disso, a rinite crônica pode acontecer devido a alterações anatômicas da região orofaríngea, o que favorece a ocorrência de crises de rinite e o aparecimento dos sintomas.

Tratamento para rinite crônica

O tratamento para rinite crônica deve ser feito orientado pelo alergologista, imunologista ou otorrinolaringologista de acordo com os sinais e sintomas apresentados pela pessoa. De forma geral, o tratamento indicado pelo médico pode incluir:

  • Anti-histamínicos, que ajudam a diminuir as crises de rinite e a aliviar os sintomas;
  • Corticosteroides, que atuam como anti-inflamatórios, ajudando também a aliviar os sintomas de rinite;
  • Anticolinérgicos, que podem ser indicados para reduzir a coriza;
  • Descongestionantes, que ajudam a diminuir a congestão das fossas nasais, porém esse tipo de medicamento deve ser usado com cautela, devido efeitos colaterais como o aumento da pressão, insônia e dores de cabeça.
  • Lavagem nasal, que pode ser feita com soro fisiológico e ajuda a diminuir a irritação das mucosas nasais, aliviando os sintomas. Saiba como fazer a lavagem nasal;
  • Cirurgia, que é indicada nos casos mais graves, como as obstruções nasais permanentes, que pode consistir na retirada do tecido lesionado.

As medidas preventivas para evitar as crises de rinite crônica incluem cuidados simples, que são determinantes para a qualidade de vida do sujeito, tais como: manter o quarto limpo e arejado, manter uma boa higiene nasal, evitar qualquer tipo de poluição como a fumaça do cigarro ou do escape do carro, por exemplo.

A rinite crônica tem cura?

A rinite crônica não tem cura, mas tem controle. A primeira forma de controlar a rinite é eliminando suas causas, que pode ser poeira, por exemplo, e mantendo o ambiente sempre limpo.

A outra maneira de controle da rinite crônica é fornecida pelo médico, que a depender dos sintomas, pode receitar algum medicamento, indicar a realização de uma terapia de dessensibilização imunológica, através da vacina, ou sugerir a realização de cirurgia para corrigir alguma alteração que possa existir nas fossas nasais.

Veja mais detalhes da vacina para rinite.

Esta informação foi útil?
Mais sobre este assunto: