Vacinas que protegem da meningite

A meningite pode ser causada por diferentes micro-organismos e, por isso, existem vacinas que ajudam a prevenir a meningite meningocócica causada por Neisseria meningitidis dos sorogrupos A, B, C, W-135 e Y, meningite pneumocócica causada por S. pneumoniae e meningite causada pela Haemophilus influenzae tipo b.

Algumas destas vacinas já estão incluídas no plano nacional de vacinação, como é o caso da vacina pentavalente, Pneumo10 e a MeningoC. Veja as vacinas incluídas no calendário nacional de vacinação

É importante sempre consultar o pediatra que pode orientar o tipo de vacina e as fases da vacinação contra a meningite para crianças de acordo com a idade.

Vacinas que protegem da meningite

Principais vacinas contra a meningite

Para combater os diferentes tipos de meningite, são indicadas as seguintes vacinas: 

1. Vacina meningocócica C

A vacina meningocócica C, chamada vacina MenC, é indicada para imunização ativa de crianças maiores de 2 meses de idade, adolescentes e adultos para a prevenção da meningite causada por Neisseria meningitidis do sorogrupo C.

Essa vacina é fornecida gratuitamente no Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Como tomar:

Para crianças com idade compreendida entre 2 meses e 1 ano, a posologia recomendada é de duas doses, sendo que a primeira deve ser administrada com 3 meses de idade e a segunda dose com 5 meses. Além disso, deve-se dar uma dose de reforço entre 12 e 15 meses.

Para crianças com mais de 12 meses de idade, adolescentes e adultos, a posologia recomendada é de uma dose única.

Se a criança recebeu a vacinação completa de duas doses até os 12 meses de idade, é recomendável que, quando ela for maior, receba outra dose da vacina, ou seja, receba uma dose de reforço. 

2. Vacina meningocócica ACWY

Esta vacina é indicada para a imunização ativa de crianças a partir de 6 semanas de idade ou adultos contra doenças meningocócicas invasivas causadas por Neisseria meningitidis dos sorogrupos A, C, W-135 e Y. Esta vacina pode ser encontrada com o nome comercial Nimenrix.

Como tomar:

Para lactentes com idade compreendida entre 6 e 12 semanas, o esquema de vacinação consiste na administração de 2 doses, no 2º e 4º meses, seguidas por uma dose de reforço aos 12 meses de vida.

Para crianças com mais de 12 meses de idade, adolescentes e adultos, deve-se administrar uma dose única de 0,5 mL, sendo que, em alguns casos, o médico pode recomendar a administração de uma dose de reforço.

3. Vacina meningocócica B

A vacina meningocócica B é indicada para auxiliar na proteção de crianças com idade superior a 2 meses e adultos até aos 50 anos de idade, contra a doença causada pela bactéria Neisseria meningitidis do grupo B, como a meningite e a sepse. Esta vacina também pode ser conhecida pelo nome comercial Bexsero.

Como tomar: 

  • Bebês entre os 2 e os 5 meses de idade: são recomendadas 3 doses da vacina, com intervalos de 2 meses entre as doses. Além disso, deve ser feito um reforço da vacina entre 12 e os 15 meses de idade, após um intervalo de pelo menos 6 meses após a segunda dose. No caso da dose de reforço ser adiada pelo médico, pode -se administrar essa dose até os 24 meses;
  • Bebês entre os 6 e 11 meses: são recomendadas 2 doses com intervalos de 2 meses entre doses, devendo ser feito também um reforço da vacina entre os 12 e os 24 meses de idade, com um intervalo de pelo menos 2 meses após a segunda dose;
  • Crianças entre 12 meses e 23 anos de idade: são recomendadas 2 doses, com intervalo de 2 meses entre doses, e uma dose de de reforço administrada de 12 a 23 meses após a segunda dose;
  • Crianças entre os 2 e os 10 anos de idade: adolescentes e adultos, são recomendadas 2 doses, com intervalo de 2 meses entre doses;
  • Adolescentes a partir dos 11 anos de idade e adultos: são recomendadas 2 doses, com intervalo de 1 mês entre doses.

Não existem recomendações do laboratório do Bexsero para uso em adultos acima de 50 anos de idade.

4. Vacina pneumocócica conjugada

A vacina pneumocócica conjugada, ou vacina pneumocócica 10-valente, é indicada para prevenir infecções causadas pela bactéria S. pneumoniae, responsável por causar doenças graves como pneumonia, meningite ou septicemia, por exemplo, para crianças de 6 semanas até 5 anos de idade.

Essa vacina é fornecida gratuitamente no Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Como tomar: 

  • Bebês de 6 semanas a 6 meses de idade: três doses, sendo a primeira administrada, em geral, aos 2 meses de idade, com intervalo de pelo menos um mês entre as doses. Recomenda-se uma dose de reforço pelo menos seis meses depois da última dose;
  • Bebês de 7 a 11 meses de idade: duas doses, com intervalo de pelo menos 1 mês entre as doses. Uma dose de reforço é recomendada pelo médico no segundo ano de vida, com intervalo de pelo menos 2 meses após a segunda dose;
  • Crianças de 12 a 5 anos de idade: duas doses de 0,5 mL, com intervalo de pelo menos 2 meses entre as doses.

5. Vacina conjugada contra Haemophilus influenzae b

Esta vacina é indicada para crianças entre 2 meses e 5 anos de idade na prevenção de infecções causadas pela bactéria Haemophilus influenzae tipo b, como meningite, septicemia, celulite, artrite, epiglotite ou pneumonia, por exemplo. Esta vacina não protege contra infecções causadas por outros tipos de Haemophilus influenzae ou contra outros tipos de meningite.

Como tomar: 

  • Crianças com idade entre 2 a 6 meses: três doses com intervalo de 1 ou 2 meses, seguidas de um reforço 1 ano após a terceira dose;
  • Crianças com idade entre 6 e 12 meses: duas doses com intervalo de 1 ou 2 meses, seguidas de um reforço 1 ano após a segunda dose;
  • Crianças de 1 a 5 anos de idade: dose única.

Quando não tomar estas vacinas

Estas vacinas estão contraindicadas quando existem sintomas de febre ou sinais de inflamação ou para pacientes com alergia a algum dos componentes da fórmula. 

Além disso, não deve ser usado por grávidas ou lactantes.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Meningite: o que é, causas, sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção. Disponível em: <http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/meningites>. Acesso em 26 Mar 2019
  • DIREÇÃO-GERAL DA SAÚDE. Meningites - Normas de procedimento. 1999. Disponível em: <https://www.dgs.pt/documentos-e-publicacoes/meningites-normas-de-procedimento-2-edicao-pdf.aspx>. Acesso em 26 Mar 2019
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA. Calendário de Vacinação da SBP 2019. 2019. Disponível em: <https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/21273m-DocCient-Calendario_Vacinacao_2019-ok1.pdf>. Acesso em 22 Nov 2021
Mais sobre este assunto: