5 dicas para controlar a ansiedade

Para aliviar os sintomas de ansiedade, é interessante adotar estratégias que ajudem a promover o relaxamento e a sensação de bem-estar, podendo ser praticadas de forma regular, como atividades físicas, técnicas de respiração e aromaterapia, por exemplo. Além disso, conversar com pessoas próprias ou com o psicólogo podem ajudar a encontrar estratégias que possam promover o alívio dos sintomas de forma mais eficaz.

A ansiedade pode gerar sintomas físicos e psicológicos, como sensação de falta de ar, aperto no peito, tremores ou pensamentos negativos, por exemplo, que podem condicionar o dia-a-dia da pessoa e aumentar o risco de contrair doenças. Saiba reconhecer outros sintomas de ansiedade.

5 dicas para controlar a ansiedade

1. Praticar atividades que promovam o bem-estar

Algumas atividades podem ajudar o corpo a liberar substâncias relacionadas ao humor, sono e bem-estar, sendo úteis para controlar e aliviar os sinais e sintomas relacionados com a ansiedade. Assim, atividades como corrida e caminhada ao ar livre, musculação, andar de bicicleta, treinamento funcional e dança, por exemplo, podem ser interessantes para combater os sintomas de ansiedade.

Além disso, a prática de atividades como yoga e a meditação também são interessantes para a ansiedade, pois ajudam a focar no presente, desocupando a mente, o que ajuda a promover o relaxamento.

2. Conversar com outras pessoas

Conversar com outras pessoas sobre os sintomas que está sentindo ou sobre os fatores que levaram ao aparecimento dos sintomas pode ajudar a pessoa a lidar melhor com os sentimentos, além de ajudar a estreitar relações.

A consulta com o psicólogo pode ser também interessante, principalmente quando os sintomas de ansiedade limitam as atividades do dia a dia. Assim, através da consulta, o psicólogo pode ajudar a identificar as causas dos sintomas, assim como estratégias para lidar melhor com a situação e prevenir novas crises de ansiedade. Em alguns casos, pode ser indicada também a realização de sessões com o psiquiatra, que pode indicar o uso de alguns remédios para aliviar os sintomas de ansiedade.

3. Respirar profundamente

As técnicas de respiração também podem ajudar a aliviar os sintomas de ansiedade e promover o relaxamento. Assim, na presença dos sintomas de ansiedade, a pessoa deve parar e respirar com calma, profundamente, inspirando devagar por cinco minutos. Dessa forma, é possível promover a regulação dos batimentos cardíacos e a sensação de bem-estar.

4. Dormir bem

O sono profundo é importante para diminuir os sintomas de ansiedade, pois restaura as funções desempenhadas pelo cérebro, ajudando na recuperação mental e física.

Assim, para ter uma melhor qualidade de sono, é interessante criar um ambiente favorável ao relaxamento, em que o quarto deve estar mais escuro e a pessoa não deve fazer uso de telefone ou assistir televisão quando deitar. Além disso, para garantir uma boa noite de sono, pode ser interessante tomar um chá com propriedades calmantes antes de dormir, como o chá de valeriana e o de camomila, por exemplo, pois ajudam a relaxar. Confira outras dicas para ter uma boa noite de sono.

5. Fazer aromaterapia

A aromaterapia é uma técnica natural que consiste em utilizar os aromas para ativar partes do cérebro que liberam substâncias que aliviam a ansiedade. Este tipo de tratamento deve ser realizado com conhecimento do médico e sob orientação de um naturopata. Entenda como fazer aromaterapia.

Esta informação foi útil?
Atualizado por Equipe Tua Saúde - em Janeiro de 2022. Revisão médica por Dr. Gonzalo Ramirez, Clínico Geral e Psicólogo - em Janeiro de 2022.

Bibliografia

  • CLARK, David A.; BECK, Aaron T. Vencendo a ansiedade e a preocupação com terapia cognitivo-comportamental: manual do paciente. 1.ed. Porto Alegre: Artmed, 2014. 150-210.
  • GRAJFONER, Dasha et al. The Effect of Dog-Assisted Intervention on Student Well-Being, Mood, and Anxiety. Int J Environ Res Public Health. Vol.5. 14.ed; 483, 2017
Mais sobre este assunto: