Em que semana você está?

Gravidez semana a semana: como o bebê se desenvolve

As semanas de gravidez são marcadas principalmente pelo desenvolvimento do bebê, que é mais sensível nas primeiras 12 semanas, pois é a fase em que ocorre uma rápida multiplicação de células e formação dos principais órgãos. No entanto, durante toda a gestação também acontecem várias alterações no corpo da mulher, que podem resultar em vários sintomas e desconfortos como enjôos matinais, cansaço ou sensibilidade nos seios, por exemplo.

Por volta das 12 semanas, acontece a formação da placenta e do cordão umbilical, que irão levar os nutrientes e o oxigênio necessários para o amadurecimento de todos os órgãos do bebê, que vão continuar a se desenvolver até o final da gestação, que geralmente dura em média 9 meses, ou 40 semanas, mas que pode se estender até às 42 semanas.

Gravidez semana a semana: como o bebê se desenvolve

1 mês - até as 4 semanas gestação

O primeiro mês de gravidez corresponde às primeiras 4 semanas e o início do primeiro trimestre de gestação, fase em que o óvulo fecundado se implanta no útero, dando início à divisão das células do embrião e estimulando o corpo da mulher a produzir o hormônio beta-HCG para criar condições do bebê se desenvolver dentro do útero. 

Esse aumento hormonal, pode causar os primeiros sintomas da gravidez, como enjôos matinais, cansaço ou sensibilidade nos seios, que muitas vezes podem ser confundidos com sintomas da TPM. Saiba diferenciar os sintomas de gravidez e TPM

Nesta fase da gestação, a placenta ainda não está formada, mas o bebê encontra-se envolvido pelo saco gestacional que o protege de infecções ou pancadas e que é responsável por formar a placenta e a bolsa amniótica, estando presente até aproximadamente a 12ª semana de gestação. 

Ao final do primeiro mês, o tamanho do bebê é cerca de 2 milímetros e o tubo neural que dará origem ao sistema nervoso e cérebro do bebê já está formado. Veja mais sobre desenvolvimento do feto na 4ª semana de gestação e as mudanças no corpo da mulher

2 meses - 5 a 8 semanas de gestação

No início do 2º mês, o coração do bebê é formado e começa a bater e bombear sangue em ritmo acelerado. Até o final deste mês, outros órgãos, como os pulmões, fígado, intestino e rins, também começam a se formar, assim como os neurônios e os pequenos botões que darão origem aos braços e pernas. 

Embora o feto ainda seja muito pequeno, medindo cerca de 13 milímetros no final do 2º mês, é nesta fase que a maioria das mulheres descobrem que estão grávidas. Saiba como fazer o teste de gravidez em casa.  

Neste mês de gravidez, é comum a mulher apresentar sintomas de mal-estar e enjoos pela manhã que, geralmente, duram até o final do 3º mês de gestação, sendo causados pelas rápidas mudanças hormonais. Algumas dicas para melhorar estes sintomas podem ser evitar cheiros fortes e alimentos intensos, não ficar muito tempo em jejum e descansar, pois o cansaço tende a aumentar os enjoos. Confira alguns remédios caseiros para enjoo na gravidez

Ao final do 2º mês, é possível saber o sexo do bebê através do exame de sexagem fetal, feito através da análise de uma amostra de sangue materno. Saiba como é feito o exame de sexagem fetal.  

3 meses - 9 a 13 semanas de gestação

O 3º mês de gravidez, corresponde às semanas 9 a 13 da gestação, e também ao fim do primeiro trimestre. Este mês da gestação é marcado pela formação de ossos e cartilagens, dos canais auditivos, narinas e cotovelos, já sendo possível o bebê flexionar os braços. Além disso, os órgãos do bebê já estão formados e começam a funcionar, mas continuam a se desenvolver e amadurecer até o final da gravidez. Além disso, os ovários ou os testículos, também já estão completamente formados. 

Ao final do 3º mês, o bebê mede cerca de 7,4 centímetros e a placenta já está completamente formada. A barriga da mulher começa a aparecer, os enjôos matinais geralmente não são mais tão frequentes e as mamas ficam cada vez mais volumosas, o que aumenta o risco de ficar com estrias. Saiba mais como evitar as estrias na gravidez

4 meses - 14 a 17 semanas de gestação

O 4º mês corresponde ao início do 2º trimestre da gestação, e neste mês o bebê começa a engolir o líquido amniótico e a desenvolver os reflexos de sucção e deglutição para a futura amamentação. Além disso, os pulmões estão se desenvolvendo e o bebê já consegue fazer movimentos respiratórios inspirando o líquido amniótico. 

A pele do bebê é fina e coberta por lanugo, uma fina camada de pêlos que ajuda a regular a temperatura do corpo e, apesar das pálpebras dos olhos estarem fechadas, o bebê já consegue movimentar os olhos de um lado para o outro e nota a diferença entre claridade e escuridão.

Ao final do 4º mês, o bebê mede cerca de 13,5 centímetros medidos da cabeça aos pés e pesa cerca de 179 gramas. A barriga da mulher já é notada e a cintura adquire um aspecto mais arredondado. Confira as principais mudanças no corpo da mulher no final do 4º mês de gestação

5 meses - 18 a 22 semanas de gestação

O 5º mês de gravidez, corresponde às semanas 18 a 22 da gestação, e o bebê já tem os ouvidos bem formados, conseguindo escutar os batimentos cardíacos da mãe. Além disso, as tubas uterinas já estão posicionadas no lugar correto, se for uma menina, sendo possível confirmar o sexo do bebê pelo ultrassom morfológico. 

Nessa fase da gestação, é ainda formada a vérnix caseosa, uma espécie de cobertura branca sobre a pele, que serve como proteção e hidratação da pele, além de prevenir infecções e regular a temperatura do corpo do bebê. 

Ao final do 5º mês de gravidez, o bebê mede cerca de 27,4 centímetros, pesa cerca de 476 gramas e seus movimentos já podem ser sentidos pela mulher. A grávida poderá apresentar uma linha mais escura que vai do umbigo à região genital, chamada linha nigra, que é normal e ocorre devido às alterações hormonais da gravidez, além das contrações de Braxton-Hicks que são leves e consideradas normais. Entenda melhor o que são as contrações de Braxton-Hicks. ​

6 meses - 23 a 27 semanas de gestação 

O 6º mês de gravidez corresponde às semanas 23 a 27 e marca o final do segundo trimestre da gestação. Nesse mês, o bebê começa a abrir os olhos, já tem uma rotina de sono e possui um paladar mais desenvolvido. A audição está cada vez mais apurada e o bebê já pode perceber os estímulos externos, respondendo ao toque ou assustando-se com barulhos fortes.

Ao final desse mês, o bebê mede cerca de 34,7 centímetros, medidos da cabeça aos pés, e pesa cerca de 1,03 Kg. A mulher poderá notar com maior facilidade os movimentos do bebê e por isso acariciar a barriga e falar com ele pode acalmá-lo. Confira algumas maneiras de estimular o bebê ainda na barriga.

7 meses - 28 a 31 semanas de gestação 

O 7º mês de gravidez, corresponde às semanas 28 a 31, e marca o início do terceiro trimestre da gestação. Nesta fase, a cabeça do bebê já está maior e o cérebro está se desenvolvendo e expandindo e, por isso, as necessidades nutricionais do bebê estão cada vez maiores. O bebê se mexe com mais vivacidade, reconhece a voz da mãe e reage aos sons e luz.

Ao final do 7º mês, o bebê mede cerca de 40,3 centímetros e pesa cerca de 1,7 Kg e a mulher pode sentir dor nas costas, dor pélvica devido ou prisão de ventre. Veja como aliviar a prisão de ventre na gravidez

Nesta fase, é importante já começar a comprar os itens necessários para o bebê, como as roupinhas e o berço, e preparar a mala para levar para a maternidade. Saiba mais o que a levar para a maternidade

8 meses - 32 a 35 semanas de gestação

O 8º mês de gravidez, corresponde às semanas 32 a 35 da gestação, e nesta fase os pulmões do bebê já estão mais desenvolvidos, embora continuem a amadurecer até o final da gestação. No entanto, já produzem o surfactante pulmonar, uma substância que vai auxiliar a troca de oxigênio durante a respiração após o nascimento.

Ao final do 8º mês de gestação, o bebê mede cerca de 45,5 centímetros e pesa cerca de 2,5 Kg. Nesta fase, já começa a movimentar a cabeça de um lado para outro, o sistema digestivo já está devidamente formado, os ossos tornam-se cada vez mais fortes, mas neste momento há menos espaço para se movimentar.

Para a mulher, esta fase pode ser desconfortável pois as pernas ficam mais inchadas e as varizes podem aparecer ou piorar e, por isso, caminhar 20 minutos pela manhã e manter-se mais em repouso durante o dia pode ajudar. Saiba como aliviar o desconforto no final da gravidez

9 meses - 36 a 42 semanas de gestação

O 9º mês de gravidez, corresponde às semanas 36 a 40 semanas, mas pode se estender até às 42 semanas. Nesta fase da gestação, o bebê continua crescendo e ganhando peso, a pele se encontra mais fina e lisa e o lanugo começa a desaparecer. 

Até a 37ª semana, a maioria dos bebês já se encontra na posição de nascimento, ou seja, virado de cabeça para baixo. No entanto, alguns bebês podem demorar um pouco mais para virar, o que deve ser avaliado pelo obstetra até o final da gravidez. Confira alguns exercícios que podem ajudar o bebê a virar de cabeça para baixo.

Ao final da 40ª semana de gravidez, o bebê mede cerca de 51,2 centímetros e pesa cerca de  3,5 Kg e o nascimento é considerado um parto a termo. No entanto, é possível que o bebê nasça até a 41ª semana e 6 dias, sendo chamada de termo tardio, ou até as 42 semanas, sendo considerada pós termo.

Se o trabalho de parto não iniciar espontaneamente até as 41 semanas e 3 dias, é possível que o obstetra opte pela indução do parto, que consiste em administrar ocitocina na corrente sanguínea da mãe, no hospital, para estimular as contrações uterinas, ou realizar a cesariana. Entenda como é feita a indução do parto.

Sua gravidez por trimestre

Para facilitar a sua vida e você não perder tempo procurando, separamos toda a informação que você precisa por cada trimestre de gestação. Em que trimestre você está?

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • KIDS HEALTH. A Week-by-Week Pregnancy Calendar. Disponível em: <https://kidshealth.org/en/parents/pregnancy-calendar-intro.html>. Acesso em 03 Fev 2020
  • NATIONAL HEALTH SERVICE. Your pregnancy week by week. Disponível em: <https://www.nhs.uk/conditions/pregnancy-and-baby/pregnancy-week-by-week/>. Acesso em 09 Nov 2021
  • American College of Obstetricians and Gynecologists. Your Pregnancy and Childbirth: Month to Month. 6.ed. Washington DC: Your Pregnancy and Childbirth: Month to Month, 2015.
  • PARDI, Giorgio; CETIN, Irene. Human fetal growth and organ development: 50 years of discoveries. American Journal of Obstetrics and Gynecology. 194. 1088–1099, 2006
  • MONTAGNANA, Martina; et al. Human chorionic gonadotropin in pregnancy diagnostics. Clin Chim Acta. 412. 17-18; 1515-1520, 2011
  • S.C. DEPARTMENT OF HEALTH AND ENVIRONMENTAL CONTROL. Embryonic Fetal Development. 2015. Disponível em: <https://scdhec.gov/sites/default/files/Library/ML-017049.pdf>. Acesso em 09 Nov 2021
  • DAVIS, Dame K.; BRAGA, Jorge. Manual da gravidez semana a semana. Porto - Portugal: Porto Editora, 2011. 184.
  • NAPOLITANO, R. Pregnancy dating by fetal crown–rump length: a systematic review of charts. Royal College of Obstetricians and Gynaecologists. 121. 5; 556-665, 2014
  • GENG, Xin; OLIVER, Guillermo. Elucidating the molecular characteristics of organogenesis in human embryos. Genome Biology. 11. 130; 2010
  • KISERUD, T.; et al. The World Health Organization Fetal Growth Charts: A multinational longitudinal study of ultrasound biometric measurements and estimated fetal weight. PLoS Med. 14. 3; e1002284, 2017
Em que semana você está?
Mais sobre este assunto: