Dieta para hemorroidas: o que comer e o que evitar

A dieta para evitar e ajudar no tratamento das hemorroidas deve conter alimentos ricos em fibras como frutas, legumes e cereais integrais, porque favorecem o trânsito intestinal, facilitando a eliminação das fezes e diminuindo, assim, a dor e o desconforto.

Além disso, é importante beber pelo menos 2 litros de água por dia, pois os líquidos aumentam a hidratação das fezes e reduzem o esforço para defecar, evitando os sangramentos que podem ocorrer nas hemorroidas. Saiba quanta água deve se beber por dia.

Dieta para hemorroidas: o que comer e o que evitar

O que comer

Os alimentos recomendados para as pessoas que possuem hemorroida são os alimentos ricos em fibras, pois estimulam o movimento natural do intestino e fazem com que as fezes possam ser eliminadas mais facilmente. Alguns exemplos de alimentos ricos em fibras indicados para quem tem hemorroida são:

  • Cereais integrais como farinha de trigo integral, arroz integral, macarrão integral, aveia em flocos, amaranto, quinoa;
  • Sementes de abóbora, chia, linhaça, gergelim;
  • Frutas com casca, de preferência frescas e cruas;
  • Legumes;
  • Oleaginosas como amendoim, nozes, amêndoa e castanhas.

É importante comer estes alimentos ricos em fibras em todas as refeições do dia, como o pão integral no café da manhã, saladas no almoço e no jantar, e frutas nos lanches e como sobremesa das principais refeições. Saiba mais sobre os alimentos ricos em fibras e os 6 principais benefícios para a saúde

Com uma dieta rica em fibras, é necessário beber o mínimo de 2 litros de água e chás por dia para ajudar a melhorar o funcionamento do intestino. Aumentar o consumo de fibras da dieta, sem ingerir muitos líquidos, pode causar constipação, contribuindo para a hemorroida. 

Além disso, é fundamental mastigar bem e devagar os alimentos, fazendo as refeições com no mínimo 15 minutos de duração e sem distrações como mexer no celular, no computador ou assistir televisão. Este hábito contribui para uma boa digestão das fibras do alimento, ficando mais fácil para o intestino formar e eliminar as fezes.

Outra dica para diminuir a inflamação e evitar as hemorroidas de forma natural, é utilizar chás como o de alecrim, para beber ou o chá de camomila para fazer compressas. Veja as melhores formas naturais de tratar as hemorroidas.

O que evitar

Alguns alimentos não são recomendados nos casos de hemorroida, pois podem causar irritação no intestino, como por exemplo a pimenta, o café e outras bebidas com cafeína, como refrigerantes de cola, chá preto ou chá verde.

Além de evitar esses alimentos, é importante reduzir o consumo de alimentos que aumentam a produção de gases, provocam desconforto ou prisão de ventre, como feijão, lentilha, repolho, couve-flor e ervilha. Conheça outras causas de gases intestinais.

Alimentos que prejudicam as hemorroidas
Alimentos que prejudicam as hemorroidas

Cardápio para quem tem hemorroida

Os alimentos fontes de fibra devem ser ingeridos diariamente para tratar e evitar as hemorroidas, podendo ser consumidos como no exemplo do cardápio a seguir:

Refeição

Dia 1

Dia 2

Dia 3

Café da manhã

Leite desnatado + pão integral e 1 colher de sobremesa de geleia de frutas caseira

Iogurte natural desnatado + 5 torradas integrais

Mingau com leite desnatado + 3 colheres de sopa de aveia em flocos

Lanche da manhã

1 maçã picada + 1 colher de sopa de aveia em flocos + 3 nozes

1 pera + 3 amêndoas

1 banana + 1 iogurte natural desnatado + 1 colher sopa de semente de abóbora

Almoço/Jantar

Macarrão integral com molho de tomate + frango grelhado + salada com alface e cenoura ralada + 1 laranja

Batata cozida + peixe grelhado + salada com pimentão, couve e cebola + 10 uvas

Arroz integral + peixe cozido com legumes + 1 kiwi

Lanche da tarde

1 iogurte natural desnatado  + 1 colher de sobremesa de linhaça + 3 castanhas

¼ de mamão papaya + 1 pão integral com queijo tipo ricota

1 iogurte natural desnatado + 1 colher de sobremesa de chia + 3 castanhas

Este modelo de cardápio é apenas um exemplo para ser incluído na dieta. Para um melhor tratamento e prevenção de hemorroidas, é importante sempre ter a orientação de um nutricionista para auxiliar em uma dieta personalizada e equilibrada.

Esta informação foi útil?
Atualizado por Karla S. Leal, Nutricionista - em Junho de 2021. Revisão clínica por Tatiana Zanin, Nutricionista - em Junho de 2021.

Bibliografia

  • HILLS Ronald, PONTEFRACT Benjamin et al. Gut Microbiome: Profound Implications for Diet and Disease. Nutrients. 11. 1-40, 2019
  • VARUT Lohsiriwat. Hemorrhoids: From basic pathophysiology to clinical management. World Journal of Gastroenterology. 18. 17; 2009–2017, 2012
  • JOURNAL OF THE ACADEMY OF NUTRITION AND DIETETICS. Position of the Academy of Nutrition and Dietetics: Health Implications of Dietary Fiber. Academy of Nutrition and Dietetics. 115. 11; 1861-1870, 2015
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE DO BRASIL. Problemas digestivos - Intestino preso, hemorroidas e úlceras . Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/folder/10006003142.pdf>. Acesso em 17 Mai 2021
  • DEPARTAMENTO DE PROTEÇÃO E PROMOÇÃO DA SAÚDE-INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO DE SAÚDE E ASSUNTOS SOCIAIS - REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Comer com saber na vida adulta. Disponível em: <https://iasaude.pt/attachments/article/1530/Comer_com_Saber_vida_adulta_site.pdf>. Acesso em 17 Mai 2021
Mais sobre este assunto: