10 benefícios da canela para a saúde (e como fazer o chá)

A canela, conhecida cientificamente como Cinnamomum, é uma especiaria aromática rica em flavonoides, como eugenol, hesperidina e linaool, que têm propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, ajudando na prevenção de doenças cardiovasculares, câncer e diabetes.

Por conter ótimas quantidades de cinamaldeído, um composto que promove o aumento do metabolismo e melhora a concentração, a canela também ajuda a melhorar a disposição física e mental, além de estimular a queima de gordura corporal, facilitando o emagrecimento.

A canela pode ser encontrada em supermercados, feiras ou lojas de produtos naturais, na forma de pó ou em pau, ou casca, sendo muito utilizada para dar um sabor adocicado em preparações doces e salgadas, além de poder ser consumida no preparo de chás.

10 benefícios da canela para a saúde (e como fazer o chá)

O consumo regular de canela promove diversos benefícios para a saúde, sendo os principais:

1. Ajudar no controle da diabetes

A canela possui propriedade antioxidante e anti-inflamatória, que protege as células do pâncreas e melhora a função do hormônio insulina, prevenindo a resistência à insulina e diabetes.

2. Promover o emagrecimento

A canela contém cinamaldeído, um composto que estimula o aumento do metabolismo, fazendo com que o corpo queime o excesso de gordura corporal e promovendo o emagrecimento.

Além disso, essa especiaria também também oferece um sabor adocicado às preparações, sendo uma ótima opção para substituir o açúcar e diminuir as calorias da dieta.

3. Combater cárie e mau hálito

A canela contém cinamaldeído e eugenol, compostos com propriedades bactericidas que ajudam a prevenir e combater problemas bucais, como cárie, gengivite e mau hálito. Conheça outras opções caseiras para combater o mau hálito.

4. Melhorar a saúde mental

A canela contém antioxidantes que previnem os danos causados pelos radicais livres às células do sistema nervoso central, o que melhora a memória e ajuda a prevenir situações como, Alzheimer, demência e mal de Parkinson.

5. Prevenir doenças cardiovasculares

Os compostos antioxidantes presentes na canela ajudam a prevenir a oxidação das células de gordura, diminuindo os níveis de colesterol “ruim”, o LDL, e os triglicerídeos no sangue, contribuindo para a prevenção de doenças, como ateroscleroses, infarto e derrame.

Além disso, o cinamaldeído e o ácido cinâmico, compostos bioativos com ação anti-inflamatória, promovem a saúde e o relaxamento das artérias, ajudando no controle da pressão arterial.

6. Melhorar o humor

A canela tem propriedades anti-inflamatórias, evitando a inflamação  nas células do sistema nervoso central e melhorando a produção de serotonina, um neurotransmissor responsável pela regulação do humor, felicidade e bem estar geral.

7. Melhorar a digestão

A canela melhora a ação das enzimas responsáveis pela absorção de nutrientes, melhorando a digestão e aliviando problemas como distensão abdominal e excesso de gases. Veja outras dicas para combater os gases e melhorar a digestão.

8. Ajudar a prevenir câncer

Por conter cinamaldeído e eugenol, compostos com potente ação antioxidante, a canela pode ajudar a combater o excesso de radicais livres, evitando danos às células saudáveis e prevenindo, assim, o desenvolvimento de alguns tipos de câncer.

9. Melhorar a saúde sexual

A canela é considerada afrodisíaca, pois tem propriedades estimulantes e melhora a circulação sanguínea, aumentando a sensibilidade e favorecendo o bem estar, a libido e o prazer. Conheça outros alimentos afrodisíacos que melhoram a saúde sexual.

10. Fortalecer o sistema imunológico

Por conter cânfora, eugenol e cinamaldeído, compostos bioativos com propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, a canela é uma especiaria com ação imunomoduladora, ajudando a fortalecer e melhorar as funções do sistema imunológico contra infecções, como gripes e resfriados.

Tabela de informação nutricional da canela

A tabela a seguir contém a informação nutricional de 16 gramas, o que equivale a 2 colheres de sopa, de canela em pó:

Componentes

Quantidade por 16 g (2 colheres de sopa) de canela em pó

Energia

38,6 calorias

Proteínas

0,6 g

Gorduras

0,2 g

Carboidratos

12,6 g

Fibras

8,3 g

Vitamina A

2,4 mcg

Carotenos

17,6 mcg

Vitamina C

0,6 mg

Cálcio

156 mg

Ferro

1,3 mg

Magnésio

9,4 mg

Potássio

66,2 mg

Fósforo

10 mg

Manganês

2,7 mg

É importante lembrar que para se obter os benefícios com o consumo da canela, é fundamental manter uma alimentação equilibrada, associada a prática de exercícios físicos regulares.

Como usar a canela

A canela pode ser encontrada na forma de casca ou em pó, podendo ser usada para temperar carne, peixe, frango ou arroz. Essa especiaria também pode ser usada para dar um sabor adocicado em preparações doces, como mingau, bolos, salada de frutas, panquecas, café ou ser usada no preparo de chás.

  • Chá de canela: o chá de canela pode ser preparado adicionando 1 casca (pau) de canela em uma chaleira ou panela com 250 ml de água e ferver por 10 a 15 minutos. Aguardar amornar, retirar o pau de canela da água e servir. Uma dica para variar o sabor do chá é adicionar umas gotas de limão à bebida.

Outra sugestão para o uso da especiaria é na forma de óleo essencial, que é geralmente comercializada em lojas de produtos naturais. Para isso, basta diluir 8 gotas do óleo essencial da casca de canela em 45 ml de álcool de cereais e 55 ml de água destilada. Colocar a mistura em uma embalagem spray, agitar bem e pulverizar no ambiente para ajudar a melhorar a disposição física e mental e aumentar a libido.

Possíveis efeitos colaterais

De forma geral, a ingestão de até 6g por dia de canela é seguro. Os principais efeitos colaterais com o consumo excessivo de canela são alergias, irritação na pele, irritação no estômago, hipoglicemia, além de piorar doenças graves no fígado.

Quando não é indicada

A canela não deve ser consumida por mulheres que estejam grávidas ou amamentando, Essa especiaria também é contraindicada para pessoas com úlceras ou que possuem doenças graves do fígado.

No caso de bebês e crianças, é importante ter cuidado principalmente se houver histórico familiar de alergia, asma ou eczema.

Receitas saudáveis com canela

10 benefícios da canela para a saúde (e como fazer o chá)

Algumas receitas saborosas e saudáveis com a canela são:

1. Bolo de banana e canela

Ingredientes:

  • 5 ovos;
  • 2 e ¼ xícaras de chá de farinha de trigo;
  • 1/2 xícara de chá de açúcar mascavo ou 1 colher de sopa de estévia;
  • 1 colher de sopa de fermento em pó;
  • ¾ xícaras de chá de leite ou leite vegetal;
  • 2 bananas amassadas;
  • 1 xícara de chá de óleo de coco ou azeite;
  • ½ xícara de chá de nozes trituradas.

Modo de preparo:

Pré aquecer o forno a 180 ºC. Bater os ovos, o açúcar, o leite e o óleo, ou azeite, por cerca de 5 minutos na batedeira. Em seguida, acrescentar a farinha de trigo e o fermento em pó, batendo mais um pouco para misturar tudo e reservar. Juntar as bananas amassadas e as nozes trituradas e mexer bem até a massa ficar uniforme. Adicionar, misturando com uma colher, as bananas à massa e transferir a mistura para uma forma untada. Levar a massa ao forno por 30 a 40 minutos ou até dourar. Após amornar, polvilhe canela sobre o bolo e servir.

2. Maçã assada com canela

Ingredientes:

  • 2 maçãs;
  • 2 cascas (paus) de canela;
  • 2 colheres de sopa de açúcar mascavo ou ½ colher de chá de estévia.

Modo de preparo:

Lavar bem as maçãs e retirar a parte central, onde está o talo e as sementes, mas sem partir as maçãs. Colocar as maçãs em uma forma, colocando a casca de canela no centro de cada uma e polvilhar com açúcar. Levar ao forno a 200ºC por 15 minutos ou até as maçãs ficarem bem macias.

3. Panqueca de maçã com canela

Ingredientes:

  • 1 ovo;
  • 1 colher de sopa de farinha de amêndoa;
  •  2 colheres de sopa de farinha de aveia;
  • ½ maçã ralada;
  • 1 colher de chá de mel;
  • 2 colheres de sopa de leite vegetal ou leite;
  • Canela em pó a gosto.

Modo de preparo:

Em uma tigela, misturar todos os ingredientes com uma colher. Aquecer bem uma frigideira antiaderente e despejar um pouco da mistura. Cozinhar cada lado por 2 a 3 minutos e servir com iogurte, manteiga de amendoim ou frutas e nozes.

Veja com a nutricionista Tatiana Zanin outros benefícios da canela:

Esta informação foi útil?
Atualizado por Karla S. Leal, Nutricionista - em Novembro de 2021. Revisão clínica por Tatiana Zanin, Nutricionista - em Novembro de 2021.

Bibliografia

  • NIMROUZI Majid et al. A panoramic view of medicinal plants traditionally applied for impotence and erectile dysfunction in Persian medicine. Journal of Traditional and Complementary Medicine. 10. 1; 7-12, 2020
  • SADEGHI Sahand; DAVOODVANDI Amirhossein et al. Anti-cancer effects of cinnamon: Insights into its apoptosis effects. European Journal of Medicinal Chemistry. 15. 131-140, 2019
  • PARISA Nita; HIDAYAT Rachmat et al. Antidepressant Effect of Cinnamon (Cinnamomum burmannii) Bark Extract in Chronic Stress-Induced Rats. Macedonian Journal of Medical Sciences. 21. 8; 273-277, 2020
  • HAMZA Muhammad et al. Antioxidant Activity of Cinnamon zeylanicum. Asian Journal of Pharmaceutical Research. 11. 2; 106-116, 2021
  • JIANG Juan et al. Cinnamaldehyde induces fat cell-autonomous thermogenesis and metabolic reprogramming. Metabolism. 77. 1; 58-64, 2017
  • GUPTA Jain et al. Effect of oral cinnamon intervention on metabolic profile and body composition of Asian Indians with metabolic syndrome: a randomized double -blind control trial. Lipids in Health and Disease. 16. 1-11, 2017
  • GOWRI Mangala et al. Effectiveness of cinnamon tea in reducing weight among late obese adolescence. Asian Journal of Pharmaceutical and Clinical Research . 10. 4; 156-159, 2017
  • ADISAKWATTANA Sirichai et al. Inhibitory activity of cinnamon bark species and their combination effect with acarbose against intestinal α-glucosidase and pancreatic α-amylase. Plant Foods for Human Nutrition. 66. 2; 143-148, 2011
  • ROSHNI George et al. Interaction of cinnamaldehyde and epicatechin with tau: implications of beneficial effects in modulating Alzheimer's disease pathogenesis. Journal of Alzheimer's Disease. 36. 1; 21-40, 2013
  • MEDAGAMA Arjuna. The glycaemic outcomes of Cinnamon, a review of the experimental evidence and clinical trials. Nutrition Journal. 14. 1-12, 2015
  • Mahmoodnia Leila; Aghadavod Esmat et al. Ameliorative impact of cinnamon against high blood pressure; an updated review. Journal of Renal Injury Prevention. 6. 3; 171-176, 2017
  • AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. Formulário de Fitoterápicos - Farmacopeia Brasileira - 2ª edição. 2021. Disponível em: <https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/farmacopeia/formulario-fitoterapico/arquivos/2021-fffb2-final-c-capa2.pdf>. Acesso em 25 Nov 2021
  • HAYWARD, J, Nicholas et al. Cinnamon Shows Antidiabetic Properties that Are Species-Specific: Effects on Enzyme Activity Inhibition and Starch Digestion. Springer. Vol.74. 544–552, 2019
  • VISWESWARA, R, Pasupuleti; GAN, H, Siew. Cinnamon: A Multifaceted Medicinal Plant. Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine. Vol.2014. 1-12, 2014
  • UNITED STATES DEPARTMENT OF AGRICULTURE AGRICULTURAL RESEARCH SERVICE . USDA Food Composition Database. Disponível em: <https://ndb.nal.usda.gov/ndb/search/list?home=true>. Acesso em 25 Nov 2021
Mais sobre este assunto: