Lipase: o que é, para que serve o exame e resultados

A lipase é uma enzima digestiva produzida principalmente no pâncreas e tem como função quebrar a gordura da alimentação em moléculas menores, para que assim possam ser absorvidas pelo intestino. Além do pâncreas, a boca e o estômago também produzem um pouco de lipase para facilitar a digestão.

O exame de lipase é solicitado pelo médico, na maioria das vezes, juntamente com o exame da amilase, principalmente quando há suspeita de alteração no pâncreas. Além disso, o exame pode ser indicado quando houver suspeita de doença de Crohn, insuficiência renal ou tumores no sistema gastrointestinal, uma vez que os níveis de lipase podem também estar alterados nessas condições.

Lipase: o que é, para que serve o exame e resultados

Para que serve o exame da lipase

O exame da lipase serve para avaliar os níveis de lipase circulantes no sangue, principalmente quando há suspeita de alterações no pâncreas, como a pancreatite, já que o pâncreas é responsável pela produção de maior quantidade de lipase e, devido à inflamação no órgão, é possível que exista aumento dos níveis dessa enzima no sangue, permanecendo elevada por um longo período. Saiba mais sobre a pancreatite.

Além disso, o exame da lipase serve também para auxiliar no diagnóstico de outras alterações, como doença de Crohn, insuficiência renal ou tumores, por exemplo, já que os níveis de lipase podem estar alterados nessas condições.

Para que seja possível concluir o diagnóstico, o médico normalmente indica que o exame de lipase seja feito em conjunto com a dosagem de amilase no sangue e, em alguns casos, na urina, pois assim é possível que o diagnóstico seja mais preciso, já que em algumas condições os níveis de lipase podem não estar alterados o suficiente para que seja confirmada a doença, sendo necessária a avaliação de outros parâmetros. Conheça mais sobre o exame da amilase e valores de referência.

Como entender o resultado

O valor de referência da lipase é até 60U/L, sendo o exame considerado normal quando o resultado é inferior a esse valor de referência. No entanto, os valores podem variar de acordo com o laboratório em que o exame é realizado e a técnica que é utilizada para fazer a dosagem.

Lipase alta

O exame é considerado alterado quando a lipase encontra-se em concentração acima de 60U/L e, nesses casos, é necessário que sejam realizados outros exames que ajudem a confirmar o diagnóstico. A principal causa de lipase alta é a pancreatite aguda, em que os níveis de lipase podem ficar até 10 vezes mais altos que o normal, podendo elevar até 8 horas após uma crise de pancreatite e permanecer alta até 14 dias após a crise.

Apesar da pancreatite aguda e crônica serem as principais causas de lipase alta, outras situações podem elevar os níveis dessa enzima, como:

  • Pseudocisto pancreático;
  • Câncer de pâncreas;
  • Obstrução do ducto pancreático;
  • Obstrução intestinal;
  • Apendicite aguda;
  • Doença inflamatória intestinal;
  • Doença de Crohn;
  • Insuficiência renal;
  • Hepatite C;
  • Fibrose cística;
  • Transtornos alimentares, como anorexia e bulimia;
  • Alcoolismo.

É importante que o resultado alterado do exame de lipase seja avaliado pelo gastroenterologista ou clínico geral, pois assim é possível que seja feita uma avaliação do estado geral de saúde da pessoa, histórico familiar e possa ser indicada a realização de outros exames laboratoriais e de imagem para que seja possível identificar a causa da alteração e, assim, iniciar o tratamento mais adequado.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • HAMEED, Ahmer M.; LAM, Vincent W.; PLEASS, Henry C. Significant elevations of serum lipase not caused by pancreatitis: a systematic review. HPB. Vol 17. 99-112, 2014
  • FERREIRA, Margarida; COELHO, Regina; LUZIO, José; COUTINHO, Paula. Elevação da lipase e amilase no doente crítico. Estudo retrospectivo. Rev Bras Ter Intensiva. Vol 20. 4 ed; 362-369, 2008
Mais sobre este assunto: