11 benefícios da romã (e como preparar o chá)

A romã é uma fruta que contém compostos funcionais como flavonoides, quercetina e ácido elágico, que são antioxidantes que podem ajudar a prevenir o Alzheimer e alguns tipos de câncer, e a controlar a pressão alta, além de ter efeito anti-inflamatório e antisséptico, ajudando a aliviar a dor de garganta, por exemplo. 

A romã é uma fruta levemente doce e as sementes podem ser consumidas in natura ou utilizadas para fazer sucos, saladas e iogurtes. Já as cascas, folhas e caule da fruta podem ser usadas para fazer chás. Como suplemento alimentar, é comum a indústria usar o extrato desidratado da casca e também o óleo concentrado das sementes da romã para prevenir o envelhecimento precoce e melhorar o sistema imunológico.

11 benefícios da romã (e como preparar o chá)

Os principais benefícios da romã para a saúde são:

1. Prevenir câncer

A polpa e a casca da romã são ricas em flavonoides e taninos, que são compostos antioxidantes presentes em muitas frutas e vegetais e que ajudam a prevenir o surgimento de alguns tipos de câncer, como de próstata, de pulmão, de pele e o de mama. 

Além disso, estudos mais recentes têm investigado a possibilidade de se usar o extrato da romã para o tratamento de diversos tipos de câncer, principalmente pela função da urolitina B e do ácido galático, compostos encontrados na casca, nas folhas e nas sementes da fruta  e que têm potente ação antioxidante, diminuindo ou inibindo a proliferação de células cancerígenas.

2. Prevenir Alzheimer

As sementes e a casca da romã têm compostos antioxidantes e anti inflamatórios, que ajudam a equilibrar as funções dos neurônios, melhorando a memória e prevenindo o surgimento do Alzheimer.

Esta propriedade é encontrada especialmente na casca da romã, parte da fruta que contém 10 vezes mais antioxidantes quando comparada à polpa.

3. Evitar doenças do coração

O suco da romã é rico em compostos com ações anti-inflamatórias e antioxidantes, que aumentam os níveis de colesterol bom, o HDL, no sangue, prevenindo algumas doenças do coração, como infarto, arritmia e aterosclerose. Além disso, o suco da fruta também ajuda a diminuir os níveis de triglicerídeos no sangue, um tipo de gordura que, em excesso, aumenta o risco de doenças cardíacas.

4. Fortalecer o sistema imunológico

A romã é uma fruta rica em vitamina C e antioxidantes que também atuam inibindo o crescimento de bactérias ruins e aumentando o número de bactérias boas no intestino. Esta função ajuda a equilibrar a flora intestinal, melhorando a absorção de vitaminas e minerais pelo órgão, além de fortalecer o sistema imunológico, prevenindo problemas de saúde como gripes, diarreia e herpes, por exemplo.

Além disso, os extratos da fruta têm sido usados como suplementos para fortalecer o sistema imunológico de quem tem doenças inflamatórias como artrite reumatoide, doença pulmonar obstrutiva crônica ou doença inflamatória intestinal.

5. Reduzir a pressão arterial

Os antioxidantes presentes na romã promovem o relaxamento dos vasos sanguíneos, o que facilita a circulação do sangue e ajuda a prevenir a pressão alta em quem ainda não tem a doença. 

Alguns estudos mostram que beber em torno de 240 ml do suco da romã por 14 dias também pode ajudar a diminuir a pressão alta em quem tem pressão alta. É importante ressaltar que o suco da fruta não deve substituir o medicamento prescrito pelo cardiologista.

6. Manter a saúde da pele

A romã é rica em elagitaninos, antocianinas e catequinas, que são antioxidantes e estão presentes na semente, casca e suco da fruta. Estes compostos têm ação antioxidantes e anti inflamatórias, que protegem a pele contra os raios ultravioletas do sol, prevenindo o câncer de pele.

Além disso, os compostos da fruta evitam o envelhecimento precoce e ainda promovem na pele uma ação adstringente, que é de secar, e antisséptica, ajudando no tratamento de peles mistas, oleosas e com acne.

7. Combater a diarreia 

Por ser rica em taninos, que são compostos que aumentam a absorção de água e diminuem os movimentos de expulsão das fezes pelo intestino, e antioxidantes que equilibram a flora intestinal, o chá das cascas da fruta ou do caule da romã ajudam no tratamento de diarreias. 

8. Prevenir gengivites e periodontites

A  romã tem compostos como os flavonoides, antocianinas, ácidos fenólicos e taninos, que são antioxidantes e antimicrobianos importantes para o tratamento de gengivites e periodontites. Neste caso, são as cascas e as flores da fruta que são usadas em forma de chás para fazer bochechos.

Estudos mostram que o tratamento com extratos da romã combate as bactérias que causam a gengivite, que é uma inflamação nas gengivas, além de diminuir os sangramentos nas periodontites, que é a inflamação dos ossos e tecidos dos dentes.

9. Prevenir e melhorar infecções na garganta

A casca da fruta e o caule da romã são muito eficazes para prevenir e melhorar inflamações na garganta, como laringite, faringite e amigdalite  Para se ter os benefícios da romã na garganta, pode  fazer o chá com as cascas da fruta e fazer gargarejos 3 vezes ao dia. Veja como preparar o chá da romã para dor de garganta.

10. Prevenir a diabetes

O suco fresco da romã é rico em antioxidantes que, além de outros benefícios, ajudam a melhorar as funções do pâncreas, que é o órgão responsável pela produção do hormônio insulina no organismo. Esta propriedade da fruta ajuda a equilibrar os níveis de açúcar no sangue, prevenindo a diabetes e ajudando a controlar a glicemia em quem já tem a doença.

Alguns estudos mostraram que a ingestão do suco fresco das flores ou sementes da romã pode diminuir os níveis de açúcar no sangue de pessoas com diabetes tipo 2 em apenas poucas horas após o consumo. 

11. Ajudar na perda de peso

Além dos benefícios para a saúde, a romã ainda tem poucas calorias, é rica em antioxidantes e é fonte de fibras, ajudando no controle da fome, na eliminação do excesso de líquido corporal e na perda de peso. Veja como usar a romã para perder peso.

Informação nutricional da romã

A tabela a seguir traz a informação nutricional para 100 g de romã fresca:

Nutrientes

100 g de romã

Energia

60 calorias

Proteína

0,4 g

Gordura

0,4 g

Carboidratos

12 g

Fibras

3,4 g

Vitamina C

13 mg

Vitamina A

6 mcg

Ácido Fólico 

10 mcg

Potássio

240 mg

Fósforo

14 mg

É importante lembrar que, apesar de promover muitos benefícios, o uso da romã não deve substituir medicamentos ou outros tratamentos prescritos pelo médico.

Como fazer o chá de romã

As partes que podem ser utilizadas para fazer o chá da romã são a casca, o caule,  as folhas e as flores.

Para fazer o chá da romã, é só ferver 1 xícara de água em uma panela e adicionar 10 gramas da casca da fruta, desligando o fogo em seguida e abafando a panela por 10 a 15 minutos. Após esse período, deve-se coar e beber o chá morno de 2 a 3 vezes por dia.

Além do chá, também pode-se utilizar o suco de romã, que é feito apenas batendo  1 romã com 1 copo de água no liquidificador e bebendo em seguida, de preferência sem adicionar açúcar. 

11 benefícios da romã (e como preparar o chá)

Possíveis efeitos colaterais

O consumo da casca e do caule da romã em grandes quantidades é tóxico e pode causar efeitos colaterais como náuseas e vômitos ou ainda uma grave intoxicação, que pode levar à morte por parada respiratória.

Por segurança, a romã não é recomendada para crianças menores de 2 anos. Assim como deve ser evitada a ingestão por gestantes, mulheres que amamentam e pessoas que tenham gastrite, já que pode irritar o estômago.

Receitas saudáveis com romã

As sementes da romã são muito utilizadas em preparações salgadas como saladas e frango e também em doces, como em iogurtes, mousses e tapioca doce.

1. Salada verde com romã

Ingredientes:

  • 1 maço de rúcula;
  • 1 maço de alface crespa;
  • 1 romã;
  • 1 maçã verde com casca;
  • 1 limão.

Modo de preparo:

Lavar e secar as folhas de rúcula e alface, e em seguida rasgá-las grosseiramente. Cortar a maçã em tiras finas e deixar de molho em água com gotas de suco de limão por 15 minutos. Retirar as sementes das romãs e misturá-las com as folhas verdes e a maçã em tiras. Servir com azeite, molho de vinagrete caseiro ou vinagre balsâmico.

2. Cuscuz de tapioca com romã

Ingredientes:

  • 250 ml de tapioca granulada;
  • 100 ml de leite desnatado;
  • 200 ml de leite de coco caseiro;
  • 50 g de coco ralado;
  • 2 colheres e meia de de sopa de açúcar mascavo ou adoçante em pó;
  • 1 romã.

Modo de preparo:

Misturar a tapioca, o coco ralado e o açúcar ou adoçante em um recipiente de vidro grande e reservar. Levar ao fogo médio o leite, o leite de coco até ferver. Ao amornar, adicionar a mistura à tapioca e misturar bem até engrossar e deixar esfriar. Retirar as sementes da romã e reservar. Acrescentar as sementes e o suco da fruta sobre a tapioca e servir.

Esta informação foi útil?
Atualizado por Manuel Reis, Enfermeiro - em Novembro de 2021. Revisão clínica por Tatiana Zanin, Nutricionista - em Março de 2020.

Bibliografia

  • COSTA Eronita. Nutrição & Frutoterapia. 1º. Brasil: Vozes, 2011. 188-190.
  • COMPOSIÇÃO DE ALIMENTOS. Plataforma Portuguesa de Informação Alimentar. Disponível em: <http://portfir.insa.pt/foodcomp/food?754>. Acesso em 28 Mar 2019
  • SHAYGANNIA, Erfaneh et al. A Review Study on Punica granatum L. J Evid Based Complementary Altern Med. Vol.21(3). 221-227, 2016
  • INSTITUTO NACIONAL DE SAÚDE. PortFIR – Plataforma de Informação Alimentar. 2018. Disponível em: <http://portfir.insa.pt/>. Acesso em 06 Jul 2021
  • ASGARRY, Sedigheh et al. Pomegranate Consumption and Blood Pressure: A Review. Current Pharmaceutical Design. Vol.23. 7.ed; 1042-1050, 2017
  • CALDEIRA, M, Maressa et al. Potential benefits of phenolics from pomegranate pulp and peel in Alzheimer’s disease: antioxidant activity and inhibition of acetylcholinesterase. Journal of Food Bioactives. Vol.5. 136–141, 2019
  • PANTH, Nisha et al. Anticancer Activity of Punica granatum (Pomegranate): A Review.. Phytother Res. Vol.31(4). 568-578, 2017
  • CORREIA, P, Ana Teresa . Nutracêuticos para aplicação cosmética. Tese de conclusão de curso, 2012. Universidade Fernando Pessoa.
  • CARMO, S, Gíssia et al. A utilização da Punica granatum (romã) para tratamento da periodontite – revisão de literatura. Archives of Health Investigation. Vol.7. 2018
  • S, A, Banihani et al. Fresh pomegranate juice ameliorates insulin resistance, enhances β-cell function, and decreases fasting serum glucose in type 2 diabetic patients. Nutrition Research. Vol.34. 10.ed; 862-867, 2014
  • MAIA, C, ZAIDE et al. Cartilha de plantas medicinais . tese de conclusão de curso, 2019. Universidade Federal do Ceará.
  • TELESSAÚDE SANTA CATARINA - MINISTÉRIO DA SAÚDE. Plantas medicinais e fitoterápicos para afecções bucais. 2013. Disponível em: <https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/170061/Slides%20-%20Plantas%20medicinais%20para%20afec%C3%A7%C3%B5es%20bucais.pdf?sequence=2&isAllowed=y>. Acesso em 06 Jul 2021
  • BROMATOLOGIA EM SAÚDE: UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO. Romã: Aceita um copo de suco ou um chá da casca?. 2011. Disponível em: <http://bromatopesquisas-ufrj.blogspot.com/2011/12/roma-aceita-um-copo-de-suco-ou-um-cha.html>. Acesso em 06 Jul 2021
  • VUCIC, Vesna et al. Composition and Potential Health Benefits of Pomegranate: A Review. Current Pharmaceutical Design. Vol.25. 16.ed; 1817-1827, 2019
Mais sobre este assunto: