Injeção anticoncepcional mensal: o que é, vantagens e como usar

Dezembro 2021

A injeção anticoncepcional mensal é uma combinação dos hormônios estrogênio e progestogênio, que agem inibindo a ovulação e tornando o muco cervical mais espesso, impedindo assim que os espermatozoides cheguem ao útero. Os anticoncepcionais mensais injetáveis mais conhecidos são cyclofemina, mesigyna ou perlutan.

É importante que o uso desse tipo de anticoncepcional seja discutido com ginecologista, que irá fazer uma avaliação geral do estado de saúde da mulher e, assim, indicar o melhor método contraceptivo, bem como orientar acerca do seu funcionamento.

A injeção anticoncepcional mensal deve ser aplicada todos os meses, na região dos glúteos, braço ou quadril, com um intervalo de 30 dias entre as duas injeções. Normalmente a fertilidade neste método não leva muito tempo para voltar ao normal, podendo a mulher planejar uma gravidez para o mês seguinte em que deixou de usar o anticoncepcional.

Injeção anticoncepcional mensal: o que é, vantagens e como usar

Como usar

A injeção anticoncepcional mensal deve ser aplicada por um profissional da saúde na região dos glúteos, no quadril ou no braço, 7 dias após o uso do ultimo comprimido anticoncepcional, ou retirada de algum outro método contraceptivo como o DIU, por exemplo. Nos casos em que não era feito uso de nenhum método contraceptivo, a injeção deve ser aplicada até o 5° dia do início da menstruação, e as seguintes 30 dias após a aplicação desta, contanto com no máximo 3 dias de atraso.

Para as mulher que estão no pós parto e querem iniciar o uso do anticoncepcional injetável mensal, é indicado que a injeção seja feita após o 5ª dia do parto, caso não amamente. Para as que praticam o aleitamento, a aplicação da injeção pode ser feita após a 6ª semana. Este método contraceptivo também está disponível na versão trimestral, que possui apenas progestogênio em sua composição e o intervalo entre aplicações é de 3 meses. Entenda o que é a injeção anticoncepcional trimestral e como usar.

Principais vantagens

A principal vantagem dos anticoncepcionais injetáveis mensais é que não existe grande impacto na fertilidade da mulher, pois é possível engravidar apenas um mês após o último uso.

Além de poder ser usado em qualquer idade e diminuir as cólicas menstruais, ainda reduz as chances de câncer e cistos no ovário, doença inflamatória pélvica e diminui as dores presente em casos de endometriose. Também não produz grande impacto sobre a corrente sanguínea, como aumento da pressão arterial e do fator de coagulação, por conter estrogênio natural e não sintético como nos anticoncepcionais orais.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais da injeção anticoncepcional mensal, não são presente em todas as mulheres, mas quando ocorrem costumam ser aumento de peso, pequenos sangramentos entre as menstruações, dor de cabeça, amenorreia e mamas sensíveis.

Quando não é indicado

A injeção anticoncepcional mensal não é indicada para mulheres com:

  • Menos de 6 semanas pós parto e que amamentam;
  • Suspeita de gravidez ou gravidez confirmada;
  • Histórico de doença tromboembólica na família;
  • Histórico de acidente vascular cerebral na família;
  • Câncer de mama em tratamento ou já curado;
  • Hipertensão arterial superior a 180/110;
  • Doença cardiovascular atual;
  • Crises de enxaqueca recorrentes.

Desta forma, caso apresente alguma destas condições é indicado procurar um ginecologista para que o caso seja avaliado e indicado o melhor método contraceptivo. Conheça outros métodos contraceptivos.

Injeção anticoncepcional mensal: o que é, vantagens e como usar

Dúvidas comuns

A seguir estão indicadas as principais dúvidas relacionadas com o anticoncepcional injetável mensal:

1. O que corta o efeito?

O efeito do anticoncepcional injetável mensal pode diminuir devido ao uso de alguns medicamentos, como antibióticos, antivirais e medicamentos antiepiléticos, por exemplo. Por isso, é importante que o médico seja informado sobre o uso desses medicamentos antes de iniciar o uso do anticoncepcional.

2. O anticoncepcional injetável mensal engorda?

Devido à presença de hormônios em sua composição, é possível que seja notado aumento de peso em algumas mulheres devido ao aumento da retenção de líquido.

3. Pode ser combinado com outro método contraceptivo?

O uso de anticoncepcional injetável mensal pode ser combinado com o uso do preservativo, que além de prevenir a gravidez, também evita a ocorrência de infecções sexualmente transmissíveis. Porém, o uso do anticoncepcional injetável mensal é suficiente para evitar a gravidez, desde que a sua aplicação seja feita conforme a orientação do médico.

4. O que fazer se esquecer de tomar a injeção

Caso o atraso para a renovação da injeção ultrapasse 3 dias, é recomendado o uso de outros métodos contraceptivos como o preservativo por exemplo, até a próxima data marcada para a aplicação do anticoncepcional.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • FEDERAÇÃO BRASILEIRA DAS ASSOCIAÇÕES DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA . Manual de Orientação Anticoncepção. 2010. Disponível em: <https://www.febrasgo.org.br/images/arquivos/manuais/Manuais_Novos/Manual-Anticoncepcao.pdf>. Acesso em 11 Set 2020
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Assistência em planejamento familiar . Disponível em: <https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/0102assistencia2.pdf>. Acesso em 11 Set 2020
  • REVISTA GESTÃO & SAÚDE. Anticoncepcionais hormonais na atualidade: um novo paradigma para o planejamento familiar . 2018. Disponível em: <http://www.herrero.com.br/files/revista/fileffb43b6252282b433e193bacf91d43f7.pdf>. Acesso em 11 Set 2020
Mais sobre este assunto: