Bulletproof: o que é, para que serve e como consumir o café

O bulletproof coffee é um tipo bebida que é feita misturando café convencional, de preferência feito com grãos orgânicos, com óleo de coco prensado a frio e manteiga sem sal ou manteiga ghee, idealmente feita com leite de vacas que pastam ao ar livre.

Por ser uma bebida que contém boas quantidades de antioxidantes, vitamina A, vitamina D e energia, o bulletproof coffee ajuda a melhorar a concentração e a produtividade, prevenir algumas doenças, prolongar a saciedade e acelerar o metabolismo, favorecendo a perda de peso.

Embora seja uma bebida consumida há muitos séculos na Ásia, o bulletproof coffee, que em português quer dizer “café à prova de balas”, só se tornou conhecido em 2014 através do empresário Dave Asprey, que ajudou a divulgar a bebida para outros países.

Bulletproof: o que é, para que serve e como consumir o café

Para que serve

Por fornecer boas quantidades de antioxidantes, vitaminas e energia, os principais benefícios do bulletproof coffee para a saúde são:

  1. Promover a perda de peso, pois a bebida tem boas quantidades cafeína, que aumentam o  metabolismo, estimulando a queima de gordura e ainda contém gordura, que leva mais tempo no estômago para serem digeridas, diminuindo a fome ao longo do dia;
  2. Melhorar o foco e a concentração, devido à alta concentração de cafeína e de energia da bebida;
  3. Aumentar a resistência durante as atividades físicas, pois a gordura do óleo de coco é de fácil digestão e absorção, fornecendo energia de forma rápida durante o exercício físico;
  4. Prevenir doenças, pois o café é rico em antioxidantes, como o ácido clorogênico e a cafeína que ajudam a combater os radicais livres, evitando doenças como infarto, aterosclerose, alguns tipos de câncer e diabetes;
  5. Estimular a queima de gordura, tanto pela presença da cafeína quanto da gordura do coco, nutrientes que aceleram o metabolismo, aumentando a queima de gordura corporal;

Além disso, o bulletproof coffee tem boas quantidades de vitamina D, um nutriente importante para a absorção de cálcio e prevenção da osteoporose, além de ajudar na prevenção de doenças autoimunes, como lúpus e artrite reumatoide.

Como consumir

O bulletproof coffee pode ser consumido durante o café da manhã para ajudar a afastar o sono e melhorar a produtividade, mas também pode ser ingerido antes da atividade física para melhorar o desempenho nos treinos.

Receita do bulletproof coffee

Para fazer um bom bulletproof coffee, é importante priorizar alimentos de origem orgânica e usar um café que tenha sido preparado por torra média, que mantém ao máximo a quantidade dos nutrientes.

Ingredientes:

  • 240 ml de café na prensa francesa ou moído na hora e coado;
  • 2 colheres de chá de óleo de coco prensado a frio e orgânico;
  • 1 colher de sopa de manteiga sem sal ou ghee.

Modo de preparo:

Fazer o café e adicionar o óleo de coco e a manteiga ghee. Bater tudo no liquidificador ou no mixer, e beber quente, sem adicionar açúcar.

Possíveis efeitos adversos

Apesar de ser uma ótima opção para ser usada no café da manhã, o bulletproof coffee tem grande quantidade de cafeína, que, em excesso, pode causar dor no estômago ou tremores. Além disso, a bebida pode causar agitação ou insônia, especialmente quando consumido no final da tarde ou à noite. Por isso, a ingestão recomendada do café é de 1 dose por dia e até 6 horas antes de dormir.

Além disso, o consumo de óleo de coco e manteiga pode aumentar a quantidade de calorias da dieta, favorecendo o ganho de peso, se utilizados em excesso.

Quem não deve consumir

O consumo do bulletproof coffee deve ser evitado por crianças, por quem tem gastrite, refluxo e por mulheres grávidas ou que estejam amamentando. Pessoas que têm pressão alta devem beber o máximo de 2 xícaras do café por dia.

Não é recomendado beber o café com outros alimentos que tenham cafeína, como chá verde, guaraná, mate ou chocolate, pois o excesso da cafeína pode causar palpitações, náuseas, desidratação, além de causar dependência a longo prazo.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • CUNHA, F, Amélia Cristina. Cafeína, apetite e sono. Tese de mestrado em ciências farmacêuticas, 2013. Universidade Fernando Pessoa.
  • VERRUCK, Silvani et al. Dairy foods and positive impact on the consumer's health. Advances in Food and Nutrition Research . 89-95, 2019
  • LUDWING, A, Iziar et al. Coffee: biochemistry and potential impact on health. Food & Function. Vol.5. 8.ed; 1695-1717, 2014
  • WANG, Ying et al. Medium Chain Triglycerides enhances exercise endurance through the increased mitochondrial biogenesis and metabolism. PLoS One. Vol.13. 2.ed.; 1-11, 2018
Mais sobre este assunto: