Anorexia nervosa: o que é, sintomas, causas e tratamento

A anorexia nervosa é um distúrbio alimentar e psicológico caracterizado pelo medo intenso de ganhar peso, além de distorção da imagem corporal, o que leva a alguns comportamentos, como evitar comer, prática de atividade física excessiva e provocação do vômito, por exemplo.

Na maioria das vezes, a anorexia é difícil de identificar, não só por quem tem o distúrbio, já que apenas consegue enxergar seu corpo de forma errada, mas também pelos familiares e amigos, que só começam a desconfiar de anorexia quando a pessoa começa a mostrar sinais físicos de magreza extrema.

Assim, saber que sinais identificar em uma pessoa com anorexia, é um passo importante para identificar esse distúrbio nas primeiras fases de desenvolvimento e ajudar na procura de ajuda, que normalmente deve ser iniciada por um psicólogo.

Anorexia nervosa: o que é, sintomas, causas e tratamento

Como saber se é anorexia

Entre os principais sinais e sintomas da anorexia estão:

  • Magreza extrema;
  • Perda e fraqueza muscular;
  • Fragilidade do cabelo e das unhas;
  • Crescimento de pelos muito finos pelo corpo;
  • Alteração no ciclo menstrual;
  • Prisão de ventre;
  • Cansaço excessivo.

Além disso, as pessoas anorexia podem apresentar outras condições, como anemia leve, baixa temperatura corporal e baixa pressão sanguínea, além de ter maior chance de desenvolver problemas de fertilidade, alterações ósseas, como osteopenia e osteoporose, danos cerebrais e problemas cardíacos.

As pessoas com anorexia também tendem a ter uma personalidade mais introvertida, são mais ansiosos e possuem tendência de comportamento obsessivo. Além disso, costumam seguir uma alimentação muito restrita e praticar atividade física de forma mais intensa e excessiva, têm medo de ganhar peso, buscam o emagrecimento de forma exagerada, não conseguem manter o peso normal e saudável, possuem imagem corporal distorcida e negam a gravidade do seu baixo peso.

Teste de sintomas

Para ajudar a identificar um caso de anorexia nervosa, assinale os sinais e sintomas existentes:

  1. 1. Olhar no espelho e sentir-se gordo, mesmo com peso dentro ou abaixo do aconselhado.
  2. 2. Não comer por medo de engordar.
  3. 3. Preferir não ter companhia na hora da refeição.
  4. 4. Contar as calorias antes de comer.
  5. 5. Recusar refeições e negar a fome.
  6. 6. Emagrecer muito e rápido.
  7. 7. Medo intenso de ganhar peso.
  8. 8. Fazer exercício físico intenso.
  9. 9. Tomar, sem prescrição, remédios para emagrecer, diuréticos ou laxantes.
  10. 10. Provocar o vômito após as refeições.
Imagem que indica que o site está carregando

Possíveis causas

A anorexia ainda não tem uma causa definida, no entanto é mais comum em mulheres e surge durante a adolescência, quando as cobranças com o novo formato do corpo aumentam. Alguns estudos demonstraram relação da genética e de alterações no funcionamento do cérebro, no desenvolvimento dos sintomas desse transtorno alimentar.

Este distúrbio atinge principalmente mulheres, e pode estar relacionada a fatores como:

  • Pressão da família e de amigos para perder peso;
  • Ansiedade;
  • Depressão.

Pessoas que tenham sofrido algum tipo de abuso ou que são muito cobrados pela sociedade em relação ao corpo, como modelos, têm maiores chances de desenvolver anorexia.

Já outro transtorno alimentar comum é a bulimia, que pode até acabar sendo confundida com anorexia. No entanto, nestes casos o que acontece é que a pessoa, embora seja obcecada com o próprio peso, come bem, mas depois provoca o vômito após as refeições. Entenda melhor as diferenças entre anorexia e bulimia.

Como é feito o tratamento

O tratamento para anorexia nervosa geralmente inclui terapia para melhorar o comportamento em relação à alimentação e à aceitação do corpo, podendo haver necessidade de tomar medicamentos contra a ansiedade e depressão, indicados pelo psiquiatra.

Além disso, é importante procurar orientação de um nutricionista para que seja possível recomendar o uso de suplementos alimentares que ajudem a suprir a falta de nutrientes no organismo e indicar a realização de uma alimentação adequada, prevenindo complicações.

Durante o tratamento, é muito importante que a família esteja presente para apoiar a pessoa e entender os problemas que ela enfrenta na anorexia. O tratamento dessa doença pode ser longo, podendo durar meses ou anos, e é comum haver recaídas em que a preocupação extrema com o peso volta a se apresentar. Veja mais detalhes do tratamento para anorexia.

Consequências da anorexia

Normalmente, as consequências da anorexia para a saúde são resultado direto da perda de peso e da má nutrição, situações que acabam por afetar o organismo de uma forma geral, causando os seguintes problemas:

  • Cardiovasculares, como bradicardia, hipotensão, prolapso da válvula mitral e arritmia;
  • Dermatológicos, como pele seca, alopecia, crescimento de pelos finos no corpo e coceira;
  • Gastrointestinais, como prisão de ventre, hepatite, disfagia, atraso no esvaziamento gástrico e pancreatite;
  • Endócrino e metabólicos, como amenorreia, infertilidade, osteoporose, hipoglicemia e diabetes insipidus;
  • Neurológicos, como atrofia cerebral.

É importante o acompanhamento psicoterapêutico, uma vez que o suicídio é a consequência mais grave que pode estar relacionada com a anorexia. Dessa forma, a avaliação por outros médicos é importante para evitar problemas em outros órgãos.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • ROYAL AUSTRALIAN AND NEW ZEALAND COLLEGE OF PSYCHIATRISTS. Anorexia nervosa: Australian treatment guide for consumers and carers. 2005.
  • NATIONAL INSTITUTES OF HEALTH. Eating Disorders: About More Than Food. 2018.
  • MEHLER, Philip; BROWN, Carrie. Anorexia nervosa - Medical complications. Journal of Eating Disorders. Vol.3. 1.ed; 1-8, 2015
Mais sobre este assunto: