8 principais benefícios dos frutos secos para a saúde

Os frutos secos, como a castanha-de-caju, castanha-do-pará, nozes, amêndoas, avelãs, macadâmia, pinhões e pistache, também conhecidos como oleaginosas, podem ser aliados da dieta se consumidos em pequenas quantidades como 4 unidades por dia por exemplo, quando não se tem alergia ou não se está em dietas de emagrecimento.

Eles são ricos em nutrientes como gorduras boas que melhoram o colesterol, zinco, magnésio, vitamina do complexo B, selênio e fibras. Assim, esses frutos trazem benefícios para a saúde como:

8 principais benefícios dos frutos secos para a saúde
  1. Ajudar a emagrecer, pois contêm fibras, proteínas e gorduras boas, que dão mais saciedade;
  2. Melhorar o colesterol, pois são ricos sem gorduras insaturadas, que reduzem o colesterol ruim e aumentam o bom;
  3. Fortalecer o sistema imunológico, por serem ricas em zinco e selênio;
  4. Melhorar o intestino, por conter fibras e gorduras boas;
  5. Prevenir aterosclerose, câncer e outras doenças, por serem ricas em nutrientes antioxidantes como selênio, vitamina E e zinco;
  6. Dar mais energia, por ser rica em calorias;
  7. Estimular a massa muscular, por conter proteínas e vitaminas do complexo B;
  8. Atuar como anti-inflamatório, pois as gorduras boas reduzem a inflamação no corpo, o que diminui dores nas articulações, previne doenças e ajuda na perda de peso.

Esse benefícios são obtidos ao se consumir os frutos secos diariamente, em pequenas porções que variam de acordo com o fruto. Veja outros alimentos ricos em gorduras boas.

Como consumir

Apesar de possuírem diversos benefícios para a saúde, é importante que os frutos secos sejam consumidos com moderação e de acordo com a indicação do nutricionista. No caso das pessoas que estão fazendo uma alimentação focada no emagrecimento, o nutricionista pode recomendar o consumo de 50 a 100 kcal de frutos secos por dia, o que equivale de 2 a 4 castanhas-do-pará, ou até 10 castanhas-de-caju ou 20 amendoins, por exemplo.

Quem deseja ganhar massa muscular pode consumir o dobro desta quantidade, tendo atenção para não ultrapassar 4 castanhas-do-pará por dia, pois é muito rica em selênio e o excesso deste mineral pode causar intoxicação e problemas no organismo, como queda de cabelo, fadiga, dermatite e enfraquecimento do esmalte dos dentes.

Além disso, é importante lembrar que crianças e idosos devem consumir uma quantidade menos de frutos secos, e que o seu excesso pode fazer engordar.

Informação nutricional

A tabela a seguir trás a informação nutricional para 100 g de cada fruto secos:

FrutoCaloriasCarboidratoProteínaGorduraFibras
Amêndoa torrada581 kcal29,5 g18,6 g47,3 g11,6 g
Castanha-de-caju torrada570 kcal29,1 g18,5 g46,3 g3,7 g
Castanha-do-pará crua643 kcal15,1 g14,5 g63,5 g7,9 g
Pinhão cozido174 kcal43,9 g3 g0,7 g15,6 g
Noz crua620 kcal18,4 g14 g59,4 g7,2 g
Amendoim torrada606 kcal18,7 g22,5 g54 g7,8 g

O ideal é consumir os frutos secos crus ou torrados sem o acréscimo de óleos, apenas na própria gordura dos frutos.

Qual a diferença entre frutos secos e desidratados?

8 principais benefícios dos frutos secos para a saúde

Enquanto os frutos secos são ricos em gordura e têm naturalmente pouca água, as frutas desidratadas são secas artificialmente, dando origem frutas como banana passa, uva passa, ameixa seca, damasco e tâmara.

Pelo fato de serem desidratadas, essas frutas tem maior concentração de açúcar, o que faz com que tragam menos saciedade após as refeições e levar a um consumo excessivo de calorias. Além disso, o ideal é consumir frutas desidratadas no sol, sem adição de açúcar, pois frutas que são secas com adição de açúcar ficam muito mais calóricas e favorecem ainda mais o ganho de peso. Saiba quais são as frutas que mais engordam.

Esta informação foi útil?
Atualizado por Equipe Editorial do Tua Saúde em Fevereiro de 2021. Revisão clínica por Tatiana Zanin, Nutricionista em Fevereiro de 2021.
Mais sobre este assunto: