Chá de gengibre: 9 benefícios e como fazer

O chá de gengibre é uma bebida rica em gingerol, paradol e zingerona, que são substâncias capazes de combater a dor de garganta, resfriados e sintomas de má digestão, como náusea, cólica e vômitos. Além disso, por ser um potente antioxidante e anti-inflamatório, o chá de gengibre também ajuda na prevenção de algumas doenças como câncer, diabetes e obesidade.

Por ter ação diurética e termogênica, o chá de gengibre também auxilia na eliminação do excesso de líquido do organismo e favorece a queima de gordura corporal, contribuindo para o emagrecimento.

O chá pode ser preparado com o gengibre fresco ou em pó, e consumido sozinho ou com limão, canela, cúrcuma ou noz moscada, deixando a bebida mais nutritiva e saborosa. No entanto, para se obter os benefícios, o chá de gengibre deve fazer parte de uma alimentação saudável e balanceada, associada a práticas regulares de atividade física.

Chá de gengibre: 9 benefícios e como fazer

Benefícios do chá de gengibre

Os principais benefícios do chá de gengibre para a saúde incluem:

1. Combater náuseas e vômitos

A ingestão do chá de gengibre tem ação antiemética, melhorando os sintomas de náusea e vômitos, sendo recomendado também para melhorar o apetite e evitar a perda de peso em pessoas em tratamento de quimioterapia.

2. Melhorar a digestão

Por ter potente atividade antioxidante, o chá de gengibre protege e melhora as funções do fígado e do estômago, melhorando a digestão e combatendo os gases intestinais.

3. Promover o emagrecimento

O chá de gengibre tem ação diurética, contribuindo para a eliminação do excesso de líquido corporal. Além disso, a bebida também é termogênica, o que aumenta o gasto calórico e favorece a queima de gordura, promovendo o emagrecimento. 

4. Evitar a diabetes

Por ser rico em antioxidantes e anti-inflamatórios, o chá de gengibre ajuda a melhorar as funções da insulina, hormônio responsável por controlar os níveis de açúcar no sangue, prevenindo a resistência à insulina e a diabetes.

5. Prevenir alguns tipos de câncer

Os compostos como gingerol e shogaol tem ação anti-inflamatória e antioxidante, evitando os danos causados pelos radicais livres às células. Com isso, o chá de gengibre previne alguns tipos de câncer, como pâncreas, pele, pulmão, estômago e cólon.

6. Combater inflamações

O chá de gengibre contém compostos anti-inflamatórios, que ajudam a combater problemas como artrites, reumatismo e dores musculares.

7. Tratar infecções

Por ter um efeito antimicrobiano, o chá de gengibre é indicado para auxiliar no tratamento caseiro de infecções como gripes, resfriados, dor de garganta e bronquite.

8. Desintoxicar o fígado

Por ter propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, o chá de gengibre protege e fortalece o fígado, ajudando a eliminar os radicais livres e outras toxinas, como o metal pesado mercúrio, do organismo.

9. Prevenir doenças cardiovasculares

Os flavonoides presentes no chá de gengibre, melhoram a elasticidade das artérias e a circulação do sangue. Além disso, estes antioxidantes evitam a formação de placas de gordura nos vasos, prevenindo doenças como infarto, aterosclerose, pressão alta e derrame.

Como fazer o chá de gengibre

O chá de gengibre pode ser feito na proporção: 2 cm de gengibre fresco em 200 mL de água ou 1 colher de sopa de gengibre em pó para cada 1 litro de água.

Modo de preparo: colocar os ingredientes numa panela e deixar ferver por cerca de 8 a 10 minutos. Desligar o fogo, tampar a panela e quando estiver morno, coar e beber em seguida.

Como consumir: É aconselhado tomar o chá de gengibre 3 vezes por dia.

Veja outras receitas fáceis e saborosas com o chá de gengibre:

1. Limonada de gengibre

Para os dias mais quentes, uma ótima opção é a limonada de gengibre, uma bebida refrescante com baixo teor de calorias e rica em fibras e vitamina C. Esta combinação ajuda a fortalecer o sistema imunológico e melhorar a disposição e o bem estar geral.

Ingredientes:

  • 1 litro de água;
  • 4 limões;
  • 5 gramas de gengibre ralado ou em pó.

Modo de preparo:

Espremer o suco dos 4 limões e juntar numa jarra com a água e o gengibre. Deixar repousar na geladeira por, pelo menos, 30 minutos. Beber a limonada durante todo o dia, em substituição de 1 litro de água, por exemplo.

2. Chá de gengibre com canela

Chá de gengibre: 9 benefícios e como fazer

Tomar o chá de gengibre com canela ajuda a diminuir o acúmulo de gordura no organismo. Além disso, a canela também ajuda a regular o açúcar, diminuir o colesterol e os triglicerídeos, e a pressão arterial.

Modo de preparo: acrescentar a canela na água juntamente com o gengibre e colocar a infusão em fogo médio, deixando ferver por 5 a 10 minutos.

3. Gengibre com açafrão

O chá de gengibre é um potente anti-inflamatório e o açafrão é conhecido como um poderoso antioxidante, trazendo neste chá diversos benefícios para a saúde, como melhora do sistema imunológico, prevenção do envelhecimento precoce e regulando a produção de hormônios.

Modo de preparo: adicionar 1 um pedaço de de gengibre em 500 ml de água e levar para ferver. Ao levantar fervura, desligar o fogo e adicionar 2 colheres de chá de cúrcuma, abafando o recipiente e deixando a bebida descansar por 10 minutos antes de beber.

4. Suco de gengibre com abacaxi

O suco de gengibre com abacaxi é uma ótima opção para dias quentes e para auxiliar na digestão. Além das propriedades digestivas do gengibre, o abacaxi possui a bromelina, uma enzima que auxilia na digestão de proteínas.

Modo de preparo: Para fazer o suco, deve bater o abacaxi com um a dois pedaços de gengibre e servir gelado, sem coar e sem adicionar açúcar. Pode-se também adicionar hortelã e gelo para ficar mais saboroso.

Possíveis efeitos colaterais e contraindicações

O chá de gengibre é contraindicado para pessoas com cálculos da vesícula, com irritação no estômago e pressão alta. Da mesma forma que não deve ser consumido por pessoas que tenham alterações na circulação sanguínea ou que estejam em tratamento com medicamentos anticoagulantes, pois pode aumentar o risco de hemorragias, assim como não é recomendado para crianças com menos de 6 anos.

Apesar o gengibre ser considerado seguro durante a gravidez, é importante que o seu uso seja orientado pelo médico, uma vez que ainda são insuficientes as informações relacionadas com a dosagem máxima considerada segura.

A ingestão excessiva do chá de gengibre pode causar arritmias e, dependendo da dose utilizada, algumas pessoas podem apresentar irritação no estômago, diarreia, cólicas, pressão alta e tonturas.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • SAYED Sami et al. Article Ginger Water Reduces Body Weight Gain and Improves Energy Expenditure in Rats. Foods. 38. 9; 1-14, 2020
  • THOMSON Maggie et al. Effects of Ginger for Nausea and Vomiting in Early Pregnancy: A Meta-Analysis. The Journal of the American Board of Family Medicine. 27. 1; 115-122, 2014
  • AKIMOTO Miho et al . Anticancer Effect of Ginger Extract against Pancreatic Cancer Cells Mainly through Reactive Oxygen Species-Mediated Autotic Cell Death. Plos One. 10. 5; 1-22, 2015
  • PRASAD Sahdeo et al. Ginger and Its Constituents: Role in Prevention and Treatment of Gastrointestinal Cancer. Gastroenterology Research and Practice. 1-11, 2015
  • JAKSEVICIUS Andrius et al. Inhibitory Effects of Culinary Herbs and Spices on the Growth of HCA-7 Colorectal Cancer Cells and Their COX-2 Expression. Nutrients. 9. 10; 1-22, 2017
  • ARABLOU Tahereh et al. The effect of ginger consumption on glycemic status, lipid profile and some inflammatory markers in patients with type 2 diabetes mellitus. International Journal of Food Sciences and Nutrition. 65. 4; 515-520, 2014
  • LETE iñaki et al. The Effectiveness of Ginger in the Prevention of Naus. Integrative Medicine Insights. 11. 11-17, 2016
  • MEDEIROS, O, N, B, Raquel. Estudo da aplicação na área da saúde do gengibre, sua caracterização química . Mestrado integrado e ciências farmacêuticas, 2017. Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz.
  • NICACIO, L, S, Gabriela et al. Breve Revisão sobre as propriedades fitoterápicas do Zingber Officinale Roscoe - o gengibre. Periódicos PUC Minas. Vol.7. 2.ed; 74-80 , 2018
  • BARRETO, C, Alice Maria et al. Efeitos do gengibre (Zingiber officinale) em pacientes oncológicos tratados com quimioterapia. Comunicação em Ciências da Saúde. Vol.22. 3.ed; 257-270, 2011
  • CONCEIÇÃO, Sara Figueirôa da Silva Martins. Efeitos do Gengibre, do Alho e do Funcho na Saúde. Dissertação de mestrado em Ciências Farmacêuticas, 2013. Universidade Fernando Pessoa.
  • DING, Mingshuang; et al. The effectiveness and safety of ginger for pregnancy-induced nausea and vomiting: A systematic review. Women Birth. 26. 1; e26-30, 2013
Mais sobre este assunto: