Lista dos 7 melhores alimentos para diabéticos

Os melhores alimentos para diabéticos são os que têm boas quantidades de fibras, como os cereais integrais, as frutas e os vegetais frescos, que ajudam a manter os níveis de glicose no sangue equilibrados.

A ingestão excessiva de gordura também pode causar aumento nos níveis de glicose no sangue e, por isso, os alimentos fontes de proteínas magras como, leite e derivados com baixo teor de gordura e carnes magras, como frango, ovos, tofu ou peixe são bons alimentos para quem tem diabetes.

Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, a alimentação da pessoa com diabetes deve ser igual a de qualquer outra pessoa, ou seja, equilibrada e variada. No entanto, deve-se ficar atento às quantidades de carboidratos da alimentação, pois até mesmo as frutas frescas, que são saudáveis, podem aumentar os níveis de açúcar no sangue se consumidas em grandes quantidades.

Lista dos 7 melhores alimentos para diabéticos

Os melhores alimentos indicados para os diabéticos são:

1. Cereais integrais

Os cereais integrais, como arroz integral, aveia, macarrão integral, quinoa, milho, trigo integral ou trigo sarraceno, são fontes de carboidratos e são ótimos alimentos para os diabéticos, pois são ricos em fibras que ajudam a liberar lentamente os carboidratos ingeridos, controlando os níveis de açúcar no sangue. Conheça todos os cereais integrais e os benefícios destes alimentos durante o dia.

Além disso, os cereais integrais fornecem fibras que ajudam a reduzir a absorção de gordura dos alimentos, o que contribui para a prevenção de doenças como obesidade, aterosclerose ou infarto.

2. Alimentos de baixo índice glicêmico

Alimentos de baixo índice glicêmico, como iogurte, feijão, lentilha, maçã, laranja, pera ameixa ou nozes, contêm fibras e proteínas que favorecem a absorção mais lenta dos carboidratos, contribuindo para o equilíbrio dos níveis de glicose no sangue, sendo ótimos alimentos para os diabéticos incluírem no dia a dia. Veja como usar os alimentos de baixo índice glicêmico na diabetes.

3. Frutas frescas

Todas frutas frescas, como laranja, banana, pera, morango ou maçã são ótimos alimentos para os diabéticos e devem ser consumidas diariamente. Contudo, apesar de serem saudáveis, é importante consumir até 3 porções diárias, pois também têm carboidratos que em excesso, podem aumentar a glicemia no sangue.

Além disso, é importante consumir as frutas inteiras, com casca e com bagaço, evitando os sucos ou frutas cozidas, por exemplo. Pois quando as frutas estão inteiras e naturais, a quantidade de fibras é muito maior, ajudando ainda mais no controle da glicemia. Conheça as frutas que o diabético pode comer.

4. Vegetais frescos

Os vegetais frescos, como alface, tomate, vagem, abobrinha ou acelga, são ricos em vitaminas e minerais fundamentais para o funcionamento do organismo, ajudando na produção de hormônios, como a insulina, controlando a diabetes.

Os vegetais devem ser consumidos diariamente no almoço e jantar, pois são ótimas fontes de fibras, que ajudam no controle dos níveis de glicose no sangue e ainda diminuem a absorção de gordura dos alimentos, prevenindo doenças cardiovasculares, como pressão alta, infarto ou derrame.

5. Leite e derivados pobres em gordura

O Leite semi desnatado ou desnatado, o iogurte natural semi desnatado ou desnatado e os queijos com baixo teor de gorduras, como ricota, cottage ou queijo tipo Minas, são ótimos alimentos para diabéticos, pois são alimentos de baixo índice glicêmico, ajudando no controle dos níveis de glicose no sangue.

Esses alimentos devem ser consumidos diariamente no café da manhã e lanche da tarde, por exemplo, pois também fornecem cálcio, um mineral que atua na liberação de insulina no organismo, contribuindo diretamente para o controle da diabetes.

6. Proteínas magras

As proteínas magras, como frango, tofu, peixes, ovos, frutos do mar ou peru são importantes pois participam da formação de hormônios, como a insulina, sendo ótimos alimentos para os diabéticos.

As proteínas magras também tem baixo índice glicêmico, promovendo a liberação lenta de carboidratos da refeição no sangue. Por isso, devem ser consumidas diariamente no almoço e no jantar.

7. Frutos secos

Os frutos secos, como castanha de caju, amêndoas  ou castanha do Pará, são ricos em fibras que ajudam no controle dos níveis de glicose no sangue. Conheça todos os benefícios dos frutos secos e como consumir.

Além disso, os frutos secos também são ótimas fontes de gorduras saudáveis, contribuindo para a prevenção de doenças como aterosclerose, infarto ou derrame. No entanto, o consumo excessivo de gorduras também pode aumentar os níveis de glicose e, por isso, a recomendação de 4 unidades no máximo por dia, que podem ser consumidas nos lanches ou no café da manhã, por exemplo.

Quantidade de alimentos

A quantidade dos alimentos recomendados para os diabéticos varia de acordo com o estado de saúde atual, níveis de glicose e com a idade da pessoa. Por isso, antes de iniciar uma alimentação para diabetes, é recomendado passar por uma consulta com um endocrinologista e um nutricionista para ajustar a dieta de acordo com necessidade individual.

Na alimentação para o diabético tipo 1, normalmente se faz uma contagem de carboidratos de acordo com o nível de glicose verificada antes de cada refeição e a quantidade de insulina que a pessoa administra. Veja os tratamentos indicados para quem tem diabetes tipo 1.

Já para quem tem diabetes tipo 2, não se usa a contagem de carboidratos e a dieta é feita de acordo com a média de glicose verificada dentro de um período, se a pessoa está acima do peso ou se tem outro problema de saúde, como pressão alta ou colesterol alto. Conheça mais sobre como é feito o tratamento para a diabetes tipo 2.

Veja com a nossa nutricionista como fazer uma dieta durante a diabetes:

Esta informação foi útil?
Atualizado por Equipe Tua Saúde - em Novembro de 2021. Revisão clínica por Tatiana Zanin, Nutricionista - em Setembro de 2021.

Bibliografia

  • DAZINI, O, Paula et al. Relação entre vitamina D e cálcio no desenvolvimento do Diabetes Mellitus tipo 1 e 2 - Uma revisão de literatura. HU Revista - Universidade Federal de Juiz de Fora. Vol.43. 2.ed; 163-172, 2017
  • DEPARTAMENTO DE NUTRIÇÃO E METABOLOGIA DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DIABETES . Manual de Nutrição Pessoa com Diabetes. 2009. Disponível em: <https://diabetes.org.br/wp-content/uploads/2021/05/manual-de-nutri-para-pessoas-com-diabetes.pdf>. Acesso em 03 Set 2021
Mais sobre este assunto: